#wheretoeat | partager en famille

Partager en Famille . Partilhar com a Família

apflisbon002
apflisbon001

Partilhar com a família, ou amigos é palavra de ordem!

O nome estranha-se e depois entranha-se. Foi preciso lá ir para perceber o conceito e faz todo o sentido. Num dos edifícios mais antigos do bairro da Lapa, onde foi em tempos a primeira casa de Fado do bairro, existe um espaço diferente, enorme, com imenso potencial.

apflisbon003
apflisbon004
apflisbon005

Foi aqui que almocei com a T., desconfinar um pouco e falar de projectos novos e como retomar o trabalho no cowork mais amarelo da Lisboa. Reservámos mesa e fomos acolhidas de braços abertos.

Entrar e descobrir no meio do bairo, onde por acaso até moro duas ruas ao lado, um pátio enorme, banhado de sol e plantas enormes.

Um elefante enorme desenhado no muro relembra-me tanto os meus serões no Centro Franco-Moçambicano em Maputo, aliás o dono de seu sotaque francês foi o toque final, parecia que estava de novo em África.

Para ser tudo perfeito faltava a comida e não desiludiu, pratos cheios, bem temperados, sabores fortes e diferentes! Comi uma salada, como adoro quando como fora, e que maravilha. Tudo fresco e saboroso.

apflisbon006
apflisbon007
apflisbon008
apflisbon009

Só não vos falo mais em pormenores destas sobremesas porque fico com água na boca!

Não há como lá ir para perceberem o que quero dizer… aproveitem agora que a cidade está tranquila, e visitem sítios novos.

A cidade é de novo nossa e temos que a aproveitar, pois eles voltam, precisamos que voltem, mas até lá… vale a pena descobrir espaços destes, até tem espaço para os miúdos, com espaço e muita brincadeira.

apflisbon010
apflisbon011

mais um #wheretoeat a não perder!

APF | rua das trinas 67 . lisboa | facebook . instagram

Continue Reading #wheretoeat | partager en famille

#wheretogo | alcochete

Um aldeia aqui tão perto. É um concelho, mas Alcochete parece uma aldeia.

Quando estava a estudar arquitectura, no 3º/4º ano tive um projecto para fazer em Alcochete, lembro-me de demorarmos horas a chegar e de ser um sítio abandonado, sem grande relação com o rio nem Lisboa… não guardei quase nada daquele local, apenas o matagal que tínhamos de transformar em habitações.

Adoro surpresas destas!

Um domingo de manhã, está calor, apetece-me comer um bom peixe, onde?

Alcochete!

Eu e os meus rapazes rumámos ao sul mais próximo, atravessámos a ponte, e fomos descobrir e apanhar ar num lugar novo. Pequenina, mas cheia de detalhes fantásticos. Arquitectura exemplar e tão diferente do que se poderia esperar ali. Um igreja matriz linda quinhentista com um coreto amoroso, e edifícios lindos ao seu redor.

Hoje o rio faz parte da cidade e vê-se, mesmo que o centro esteja virado para dentro, cheira a rio, cheia a mar, cheira a peixe… e que peixe. O restaurante “palmeira”, nada a ver com este lugar, acolheu-nos de braços abertos, mesmo com as visíveis dificuldades, e deu-me o melhor robalo de sempre! Fresco, enorme, um bife! Só comi peixe, nem acompanhamentos, nem sobremesas e bebi água… peixe com três gotas de limão, uma maravilhosa refeição, valeu o valor, soube a… peixe. Eu adoro peixe!

Tão perto e tão longe… que estranho que é por vezes não conhecer o que está aqui à mão. Já “marcámos mesa” para daqui a 15 dias! O italiano pediu, “vamos tornar isto um hábito!”

Mais um lugar óptimo para visitar, como tantos outros!

Continue Reading #wheretogo | alcochete

where to eat | solo café

Parece encaixado numa pequena aldeia, Paço de Arcos ainda tem lugares assim, pequenos, de frente para o mar, onde o sol aquece devagarinho nestes dias de início de primavera. Fui convidada a sair de Lisboa e rumar ao mar pela Rita para conhecer este novo espaço, o SOLO CAFÉ.
Fui para almoçar, coisa rara, e conversar sobre planos de futuro e de um passado quase esquecido.
Surpresa boa esta! Um espaço simples, com cheiro a bom café e acolhedor, pelo sorriso e pelos bolos deliciosos expostos no balcão. Esperei pelo almoço como alguém que espera por uma guloseima, no menu dizia que o prato dia era Frango Thai, nem pestanejei e adorei o prato. Fabuloso, bem temperado e um prato cheio de coisas boas!
  
O que eu gosto de sítios assim, simples, bem pensados e em que a imagem não desilude quando chega a comida. O atendimento foi perfeito, o menu coerente e curto, e já vos disse do cheiro a café bom?
solo café . av. marquÊs de pombal 5, paço de arcos | facebook . instagram
Continue Reading where to eat | solo café