precious finds | weaving

rita sevilha weaving | facebook | blog | instagram
existem momentos na vida nos quais nos perdemos, temos dificuldade em saber bem o que procuramos, fazemos tudo mas ao mesmo tempo não guardamos nada, temos pressa sem sequer olhar para onde vamos. estou a semanas, dias ou horas até de mudar muito na minha vida, mas ando há imenso tempo a querer respirar fundo. vem por aí muita coisa boa, mas eu quero ouvir o silêncio quando aparecer e quero saber gozá-lo ao máximo… pode passar por mil e uma coisas, mas encontrei uma que me faz mesmo bem. já falei aqui “n” vezes da Rita, e já aqui mostrei o que ofereci ás gémeas mais queridas de dois mil e quinze. mas a Rita ainda foi mais longe, faz com que todas as que quiserem experimentar usem os seus teares. eu comprei logo um. nem pestanejei sequer. quando o recebi parecia miúda, mas nem o sabia montar… tiradas as dúvidas e uma pesquisa pelo mundo da internet e alguns truques que a Rita me passou… segui em frente. no matter what, eu queria-me dedicar a isto. comecei um dia a montar o tear. no outro dia pus a rede. no dia a seguir fiz os primeiros nós, a seguir as primeiras linhas completas… fiz um triângulo já era uma da manhã… no sábado sentei-me ao lado dele enquanto ele trabalhava e lá fui eu, em silêncio, com calma, sem pressa, e linha após linha a minha primeira tapeçaria foi crescendo… cheia de erros, cheia de dúvidas, mas que graças à minha capacidade de imaginar o que eu queria no final, se foi acalmando de maneira a que o erros passassem a momentos para aprender. três horas depois e acabei… era outra vez uma da manhã e eu estava eufórica. é tão bom ver um trabalho destes acabado, a evoluir e querido. perfeito não, longe disso, mas só meu. andava há tanto tempo para fazer um wall hanging que sinto-me super feliz por ter investido nisto. espero e quero fazer mais. o que acham? tenho a certeza que vou fazer mais, sigam-me e vejam aqui.

Continue Reading

precious finds | weaving

rita sevilha weaving | facebook | blog | instagram
existem momentos na vida nos quais nos perdemos, temos dificuldade em saber bem o que procuramos, fazemos tudo mas ao mesmo tempo não guardamos nada, temos pressa sem sequer olhar para onde vamos. estou a semanas, dias ou horas até de mudar muito na minha vida, mas ando há imenso tempo a querer respirar fundo. vem por aí muita coisa boa, mas eu quero ouvir o silêncio quando aparecer e quero saber gozá-lo ao máximo… pode passar por mil e uma coisas, mas encontrei uma que me faz mesmo bem. já falei aqui “n” vezes da Rita, e já aqui mostrei o que ofereci ás gémeas mais queridas de dois mil e quinze. mas a Rita ainda foi mais longe, faz com que todas as que quiserem experimentar usem os seus teares. eu comprei logo um. nem pestanejei sequer. quando o recebi parecia miúda, mas nem o sabia montar… tiradas as dúvidas e uma pesquisa pelo mundo da internet e alguns truques que a Rita me passou… segui em frente. no matter what, eu queria-me dedicar a isto. comecei um dia a montar o tear. no outro dia pus a rede. no dia a seguir fiz os primeiros nós, a seguir as primeiras linhas completas… fiz um triângulo já era uma da manhã… no sábado sentei-me ao lado dele enquanto ele trabalhava e lá fui eu, em silêncio, com calma, sem pressa, e linha após linha a minha primeira tapeçaria foi crescendo… cheia de erros, cheia de dúvidas, mas que graças à minha capacidade de imaginar o que eu queria no final, se foi acalmando de maneira a que o erros passassem a momentos para aprender. três horas depois e acabei… era outra vez uma da manhã e eu estava eufórica. é tão bom ver um trabalho destes acabado, a evoluir e querido. perfeito não, longe disso, mas só meu. andava há tanto tempo para fazer um wall hanging que sinto-me super feliz por ter investido nisto. espero e quero fazer mais. o que acham? tenho a certeza que vou fazer mais, sigam-me e vejam aqui.

Continue Reading

precious finds | *iellow

*iellow | site | facebook

ultimamente ando viciada (como se já não o fosse) em café, já não são só 3 ou 4, já ando nos 5 e ás vezes até o 6 marcha… ando cansada se bem que sempre a mexer-me, mas sinto-o. não é tudo cansaço mau, ás vezes é só físico, mas sinto que quando paro apetece-me café! …sim vou ter que ir ver isto…
a coisa boa disto tudo é que finalmente percebi que não engano ninguém quando digo “mas eu só meto uma colherinha mini de açúcar no café!” quando alguém me diz com ar de juíz, “tu metes açúcar?” e só a ideia de não meter… yuck… mas de repente fez-se luz! discretamente apareceu na mesa com esta cor amarela e com um nome digno de ficar na memória… *iellow

para quem quer manter o doce, sem chegarmos a ter diabetes, este pacotinho de mel poderá fazer a diferença e olhem que eu demorei muito a perceber porque é que eu abdicaria de colocar açúcar no café e começar a por mel… e no entanto… passei de desconfiada a usa-lo para quase tudo, seja no café, limonada, sumos, chá frio ou quente, etc… é tão simples que é genial! é português e basta dobrar!

_

lately my coffee addiction has taken a turn onto “too late” and i have been having coffee like never before… thankfully i have found a simples and sweet solution for not having a serious diabetes condition and keep my sugar take in low… *iellow arrived and is here to stay. sweet portuguese natural honey in small and one-use packages, easy to use and so perfect for coffee, tea, lemonade, juice, etc try it, it’s honey sweet!

Continue Reading

precious finds | *iellow

*iellow | site | facebook

ultimamente ando viciada (como se já não o fosse) em café, já não são só 3 ou 4, já ando nos 5 e ás vezes até o 6 marcha… ando cansada se bem que sempre a mexer-me, mas sinto-o. não é tudo cansaço mau, ás vezes é só físico, mas sinto que quando paro apetece-me café! …sim vou ter que ir ver isto…
a coisa boa disto tudo é que finalmente percebi que não engano ninguém quando digo “mas eu só meto uma colherinha mini de açúcar no café!” quando alguém me diz com ar de juíz, “tu metes açúcar?” e só a ideia de não meter… yuck… mas de repente fez-se luz! discretamente apareceu na mesa com esta cor amarela e com um nome digno de ficar na memória… *iellow

para quem quer manter o doce, sem chegarmos a ter diabetes, este pacotinho de mel poderá fazer a diferença e olhem que eu demorei muito a perceber porque é que eu abdicaria de colocar açúcar no café e começar a por mel… e no entanto… passei de desconfiada a usa-lo para quase tudo, seja no café, limonada, sumos, chá frio ou quente, etc… é tão simples que é genial! é português e basta dobrar!

_

lately my coffee addiction has taken a turn onto “too late” and i have been having coffee like never before… thankfully i have found a simples and sweet solution for not having a serious diabetes condition and keep my sugar take in low… *iellow arrived and is here to stay. sweet portuguese natural honey in small and one-use packages, easy to use and so perfect for coffee, tea, lemonade, juice, etc try it, it’s honey sweet!

Continue Reading

precious finds | design letters

design letters | site | facebook 
gosto de dizer que adoro tipografia e caligrafia como se fosse uma novidade! como se ninguém o soubesse e como se a tivesse descoberto (a paixão e a caligrafia em si) ontem ao final do dia! como se a vivesse sempre e cada vez que vejo algo que gosto como a primeira vez… aturem-me por favor, estou com veia para o ridículo. o que poderão não estar de todo à espera é ver num só post três coisas que adoro. não costumo ser tão esbanjadora de elogios… ahahaha até sou bastante ridícula no que toca a gostos! ora vejamos: 1º a letra A . 2º fonte de texto desenhada por Arne Jacobsen . 3º a Chinon que eu comprei com ele num momento em que eramos só dois sem planos de futuro mas unicamente para nos guardar em filme. esta Chinon é assim como que o meu anel de noivado, em que os miúdos são a aliança de casamento. com este presente percebi que não íamos filmar um namoro só porque sim, mas porque queremos um dia relembrar tudo o que de bom foi… e bla bla bla…
já os copinhos da Design Letters são aquele pormenor que fica tão bem nas nossas mesas de trabalho, na minha, e na que eles irão ter, já só falta um ano lectivo e meio… vai-me dar uma coisa.
a font, tipo de texto nos copinhos, foi desenhada por Arne Jacobsen, arquitecto e designer dinamarquês, em 1937 para sinaléctica do Aarhus City Hall e a DESIGN LETTERS lançou uma colecção (linda!) de produtos para crianças brancos e só e apenas com as letras em preto… sem dúvida um dos melhores e mais giros presentes que se possam dar aos miúdos que já não precisam tanto de brinquedos parvos e aos seus pais, maluquinhos do design! não fosse eu apaixonada pela cadeira SERIES7!

arne jacobsen | site | series7 chair 

Continue Reading

precious finds | design letters

design letters | site | facebook 
gosto de dizer que adoro tipografia e caligrafia como se fosse uma novidade! como se ninguém o soubesse e como se a tivesse descoberto (a paixão e a caligrafia em si) ontem ao final do dia! como se a vivesse sempre e cada vez que vejo algo que gosto como a primeira vez… aturem-me por favor, estou com veia para o ridículo. o que poderão não estar de todo à espera é ver num só post três coisas que adoro. não costumo ser tão esbanjadora de elogios… ahahaha até sou bastante ridícula no que toca a gostos! ora vejamos: 1º a letra A . 2º fonte de texto desenhada por Arne Jacobsen . 3º a Chinon que eu comprei com ele num momento em que eramos só dois sem planos de futuro mas unicamente para nos guardar em filme. esta Chinon é assim como que o meu anel de noivado, em que os miúdos são a aliança de casamento. com este presente percebi que não íamos filmar um namoro só porque sim, mas porque queremos um dia relembrar tudo o que de bom foi… e bla bla bla…
já os copinhos da Design Letters são aquele pormenor que fica tão bem nas nossas mesas de trabalho, na minha, e na que eles irão ter, já só falta um ano lectivo e meio… vai-me dar uma coisa.
a font, tipo de texto nos copinhos, foi desenhada por Arne Jacobsen, arquitecto e designer dinamarquês, em 1937 para sinaléctica do Aarhus City Hall e a DESIGN LETTERS lançou uma colecção (linda!) de produtos para crianças brancos e só e apenas com as letras em preto… sem dúvida um dos melhores e mais giros presentes que se possam dar aos miúdos que já não precisam tanto de brinquedos parvos e aos seus pais, maluquinhos do design! não fosse eu apaixonada pela cadeira SERIES7!

arne jacobsen | site | series7 chair 

Continue Reading

precious finds | head-ji

head-ji | facebook | instagram

levei o meu tempo a sequer pensar em ter uma… nem sei quantas voltas dei na cabeça a pensar se me ficaria bem, se era o meu género, se fica de facto giro, se me serve, se é caro, se sei lá o quê… mas cada pessoa que eu via com um head-ji (não consigo não dizer este nome sem ser em brasileiro…) eu achava que ficava bem, e porque não ficaria a mim? pensei que talvez o melhor era mesmo comprar em preto, da cor do cabelo, assim talvez ninguém notava e eu podia ter o cabelo “apanhado” na mesma… mas preto? tão simples? há padrões de head-jis tão giros e eu compro um preto? ok, pronto vá, um cor de rosa… mas depois vou ficar super “self-conscious” com isto na cabeça…… bom, foi preciso chegar ao mercadito da carlota, um evento no qual eu raramente tenho tempo e cabeça para fazer compras e neste lá fui eu… na verdade o melhor que eu fiz foi mesmo ver uma cara conhecida a passar pela minha banca e gritar “maria, compra-me uma head-ji, escolhe tu o padrão” pedindo ao espírito santo que a iluminasse e não me trouxesse nem um preto nem um neon……. ela desapareceu na multidão e eu lá voltei ao frenezim da banca mais querida do mercadito, a nossa, (já sabiam que eu ia dizer isto!)
ela voltou com um saquinho e disse-me “já está” e bazou! até ao dia seguinte nem abri o dito, semrpe a pensar que se não fosse um padrão giro eu ia no dia a seguir trocar (ainda bem que havia um segundo dia de mercado), mas com tanto cansaço, pressa, jantar e tentar dormir nem me lembrei mais até à manhão seguinte quando me vesti e estava quase a sair, o saco caiu da cadeira e eu pensei, pronto é agora vou ver o padrão e depois logo vejo… e voilá, aparece-me este! não sei vocês, mas eu AMEI o padrão!!! não só amei cmo eu estava literalmente vestida para combinar com ele! e eu que até temi que a maria nem me conhecesse muito bem para me escolher algo tão diferente… lol
acertou em cheio! eu nem fui à banca ver o que tinham sequer, amei aquele e não precisei ver mais! é que eu sei o que é ver tanta coisa à frente e ficar ainda mais baralhada, por isso assumi que o destino me tinha escolhido este e que gira que ficou!!!! ainda não sei bem se acho que me fica a matar ou não, mas a Twiggs em breve vai-me tirar as dúvidas todas! pode estar na moda, pode ser uma coisa que lembra décadas passadas, mas adorei! e que sejam estes pormenores que nos façam bem, nos façam sorrir e gostarmos um bocadinho mais de nós, principalmente em tons de rosa!

Continue Reading

precious finds | head-ji

head-ji | facebook | instagram

levei o meu tempo a sequer pensar em ter uma… nem sei quantas voltas dei na cabeça a pensar se me ficaria bem, se era o meu género, se fica de facto giro, se me serve, se é caro, se sei lá o quê… mas cada pessoa que eu via com um head-ji (não consigo não dizer este nome sem ser em brasileiro…) eu achava que ficava bem, e porque não ficaria a mim? pensei que talvez o melhor era mesmo comprar em preto, da cor do cabelo, assim talvez ninguém notava e eu podia ter o cabelo “apanhado” na mesma… mas preto? tão simples? há padrões de head-jis tão giros e eu compro um preto? ok, pronto vá, um cor de rosa… mas depois vou ficar super “self-conscious” com isto na cabeça…… bom, foi preciso chegar ao mercadito da carlota, um evento no qual eu raramente tenho tempo e cabeça para fazer compras e neste lá fui eu… na verdade o melhor que eu fiz foi mesmo ver uma cara conhecida a passar pela minha banca e gritar “maria, compra-me uma head-ji, escolhe tu o padrão” pedindo ao espírito santo que a iluminasse e não me trouxesse nem um preto nem um neon……. ela desapareceu na multidão e eu lá voltei ao frenezim da banca mais querida do mercadito, a nossa, (já sabiam que eu ia dizer isto!)
ela voltou com um saquinho e disse-me “já está” e bazou! até ao dia seguinte nem abri o dito, semrpe a pensar que se não fosse um padrão giro eu ia no dia a seguir trocar (ainda bem que havia um segundo dia de mercado), mas com tanto cansaço, pressa, jantar e tentar dormir nem me lembrei mais até à manhão seguinte quando me vesti e estava quase a sair, o saco caiu da cadeira e eu pensei, pronto é agora vou ver o padrão e depois logo vejo… e voilá, aparece-me este! não sei vocês, mas eu AMEI o padrão!!! não só amei cmo eu estava literalmente vestida para combinar com ele! e eu que até temi que a maria nem me conhecesse muito bem para me escolher algo tão diferente… lol
acertou em cheio! eu nem fui à banca ver o que tinham sequer, amei aquele e não precisei ver mais! é que eu sei o que é ver tanta coisa à frente e ficar ainda mais baralhada, por isso assumi que o destino me tinha escolhido este e que gira que ficou!!!! ainda não sei bem se acho que me fica a matar ou não, mas a Twiggs em breve vai-me tirar as dúvidas todas! pode estar na moda, pode ser uma coisa que lembra décadas passadas, mas adorei! e que sejam estes pormenores que nos façam bem, nos façam sorrir e gostarmos um bocadinho mais de nós, principalmente em tons de rosa!

Continue Reading

precious finds | weaving

rita sevilha weaving | facebook | blog | instagram
quando gosto de qualquer coisa, arranjo maneira que a colocar na minha vida, seja para mim ou para oferecer a quem gosto. o baby weaving da rita sevilha foi assim e mais nada. sigo-a no facebook, no blog e no instagram (não sou stalker mas quase…) e assim que as gémeas mais mini do mundo nasceram foi o dia em que parei e enviei uma mensagem. dizia que queria um mimo em tons rosa para uma amiga muito especial, daquelas que aparecem aos 30 e tal anos mas com quem se pode fazer, falar, queixar, cuscar e rir de tudo. daquelas em que a companhia é perfeita mesmo em silêncio enquanto se tenta adormecer duas mini gémeas que tanto gostam de colo. a rita leu e percebu que o que era preciso era um baby weaving pequenino, rosa e tão querido! 
este foi o meu presente para as gémeas, um mimo de lã que combina tão bem com o quarto cheio de laços e coelhinhos rosa, e dois quadros meus do atelier da tufi que ajudam a nunca esquecer o dia, o peso e o comprimento de quem nos vem preencher mais os dias. as mini mini gémeas têm agora por perto um mimo desta tia que tanto gosta de as ver e de as ter ao colo. 
quanto ao trabalho da rita é só mesmo segui-la, a paz, a calma e o ar puro que transmite é só dela. lembra-me que é bom respirar fundo, e descansar. tenho a certeza que em breve terei mais mimos destes por perto, quem sabe só meu e com um pormenor que seja mesmo a minha cara. 
este baby weaving tem como conceito uma paisagem de montagens e colinas… mesmo perfeito para uma frase que sempre me fez companhia desde que tive filhos:
“let them sleep… for when they wake, they’ll move mountains!”


Continue Reading

precious finds | weaving

rita sevilha weaving | facebook | blog | instagram
quando gosto de qualquer coisa, arranjo maneira que a colocar na minha vida, seja para mim ou para oferecer a quem gosto. o baby weaving da rita sevilha foi assim e mais nada. sigo-a no facebook, no blog e no instagram (não sou stalker mas quase…) e assim que as gémeas mais mini do mundo nasceram foi o dia em que parei e enviei uma mensagem. dizia que queria um mimo em tons rosa para uma amiga muito especial, daquelas que aparecem aos 30 e tal anos mas com quem se pode fazer, falar, queixar, cuscar e rir de tudo. daquelas em que a companhia é perfeita mesmo em silêncio enquanto se tenta adormecer duas mini gémeas que tanto gostam de colo. a rita leu e percebu que o que era preciso era um baby weaving pequenino, rosa e tão querido! 
este foi o meu presente para as gémeas, um mimo de lã que combina tão bem com o quarto cheio de laços e coelhinhos rosa, e dois quadros meus do atelier da tufi que ajudam a nunca esquecer o dia, o peso e o comprimento de quem nos vem preencher mais os dias. as mini mini gémeas têm agora por perto um mimo desta tia que tanto gosta de as ver e de as ter ao colo. 
quanto ao trabalho da rita é só mesmo segui-la, a paz, a calma e o ar puro que transmite é só dela. lembra-me que é bom respirar fundo, e descansar. tenho a certeza que em breve terei mais mimos destes por perto, quem sabe só meu e com um pormenor que seja mesmo a minha cara. 
este baby weaving tem como conceito uma paisagem de montagens e colinas… mesmo perfeito para uma frase que sempre me fez companhia desde que tive filhos:
“let them sleep… for when they wake, they’ll move mountains!”


Continue Reading
  • 1
  • 2
Close Menu
×
×

Cart