where to stay | gallipoli

Gallipoli,

o nome desta pequena cidade deriva do grego e quer dizer “linda cidade”, só isto será o suficiente para a quererem ver… apesar de eu achar que o sul de itália esteja cheio de “gallipoli” esta é particular.

Situa-se na costa “interior” da Península Salentina e é conhecida por estar perto das praias chamadas “maldivas italianas” e aqui de novo já deveria ser suficiente para quererem lá ir…

Há anos que queria aqui vir.

Não há italiano nenhum, que não fale desta zona como um tesouro único e agora sei porquê.

Como todas as cidades em itália, por diferentes que sejam, têm um centro histórico e deve ser sempre a partir daí que se começa a explorar um lugar novo, do centro, da sua catedral ou praça principal, há sempre uma!

Sou apaixonada por cidades velhas, por história e por vias e ruelas que nos fazem perder sem direcção, mas que nos surpreendem a cada esquina.

Entrar em casas que parecem sozinhas, páticos cheios de plantas, e sons ao fundo de música de outros tempos.

Procurar onde jantar e entrar num local típico que mais parece casa de uma tia afastada… tudo o que se pode pedir nestas viagens.

Viajar para mim é isto, sair e deixar para trás tudo, ir e absorver o que encontrarmos de modo a não perdermos nada, por isso até as carripanas na estrada com cactus nas caixas abertas fazem sentido, tudo é inspiração!

Para visitarem Gallipoli o aeroporto mais próximo é o de Brindisi que fica cerca de 2h de carro, será preciso carro por aqui, até porque num dia podem ver vários sítios e ir a várias praias, estar sem modo de transporte pode ser limitativo num lugar do planeta tão lindo e com tanto para oferecer!

Ou uma vespa também não é mal pensado!

Pensem em lá ficar para uma refeição, se há país no mundo onde a comida é sempre boa, acho que nunca comi nada que não gostasse em itália, até ouriços directamente do mar já comi e que delícia!

Aproveitem poder usufruir do que esta zona tem de melhor, para não falar do peixe acabadinho de pescar e aí no Mercado do Peixe (sigam o cheiro) será o sítio ideal, mas as pizzas estão no ponto e as gelatarias do centro são todas divinais! Sim… vários ao dia dá para provar quase todos!

uma água assim transparente que nos tira o folêgo…

Se ficarem a dormir por aqui, aproveitem e vejam toda a Península, todas as praias são dignas de mergulhos, de água clarinha e areia branca.

Há umas com mais rochas e outras com mais algas, mas a sensação de paraíso está em todas!

finais de dia italianos com vista para o mar mediterrâneo…

Se precisarem de mais informações sobre Gallipoli e/ou estas zonas do sul italiano, deixem comentários, tenho muitas dicas para dar!

Continue Reading

places to go | loriga

Dos lugares mais bonitos que já visitei. Tira-nos o fôlego, faz-nos sentir pequeninos e tão sortudos por sabermos que estes lugares existem e aqui tão perto… e mesmo tão perto. O nosso cantinho na Serra da Estrela fica a apenas 30minutos, não sei dizer em kms pois em estrada de montanha com curvas e contra-curvas pareciam algumas centenas, mas não querendo exagerar demorámos pouco mais de meia-hora e de repente é isto. Sempre a subir, mas sempre com belíssimas paisagens como já nos habituou a nossa serra. 

Cheia de turistas é certo, não menos apetecível nem menos espectacular. O melhor é ir cedo, com tempo, com lanche e muita água fresca. Não há pressa de voltar, a casa é mesmo ali ao pé e não há relógios. Este é mesmo o meu lema quando estou em família, principalmente com os miúdos, se não gozarmos bem o tempo, ninguém relaxa e tudo parece mais dramático do que é… 

Há um bar com café minimamente bom, há comida mas nem lhe tocámos, nas há estacionamento e encontrar um lugar para meter a toalha é por si só uma aventura, há espaço, mas tanto pode ser em cima de uma rocha, como em chão duro de terra. O melhor é ir e depois logo se vê. Que Loriga vale a pena, vale. Que a nossa serra é maravilhosa é… disso ninguém tem dúvidas. 

Continue Reading
Close Menu
×
×

Cart