plano alimentar | semana 1

Comecei um processo novo há 7 dias. Não é uma dieta, mas sim um acompanhamento diário sobre como fazer as trocas certas. Pegar em ingredientes que faziam parte da minha vida e trocar por opções mais saudáveis.

A _ sopa de bróculos . batata doce no forno . ovo cozido

PA _ panquecas de aveia . toranja . iogurte natural

Nunca fui grande cozinheira, mas gosto de cozinhar, mais pratos elaborados do que coisas do dia-a-dia, mas trabalho muito sozinha e de um lado para o outro e ter uma alternativa fácil, saborosa à mão tornou-se numa pesadelo, por isso de há uns anos para cá a solução era ou comer restos ou então saltar refeições e comer mais tarde, mas depois entre miúdos, reuniões ou tarefas adiava sempre o comer. Nem tinha percebido que fazia isso até me sentar e entregar à Raquel, a minha health coach, o meu plano diário alimentar tipo.

Num dia era capaz de comer pequeno-almoço e só voltar a comer ao jantar, bebendo só cafés pelo meio. As desculpas eram sempre as mesmas, agora não posso, não tenho nada e não quero gastar dinheiro, reduzindo as opções a cafés e copos de água… era bom que isso me fizesse emagrecer, mas em conversa com a Raquel e questão é mesmo essa, se bastasse fechar a boca eramos todas umas miúdas em peso! Dito isto… e sendo eu uma auto-proclamada pessoa organizada, parte do processo para iniciar esta fase foi mesmo pensar, decidir, organizar, planear e atacar a coisa de frente.

L _ dois quadrados de hcocolate negro 70%

A Raquel elaborou-me um plano alimentar semanal, com as devidas alternativas, que me motivou a experimentar, provar e acima de tudo comer coisas novas. Um modo novo de comer não é só para quem come pouco como eu… só não comia o que devia. Diluir variedade pelo dia, tornar o dia um processo de 5 refeições, foi um processo mental e tanto, completamente impossível achava eu.

Uma semana depois, aqui estou eu com resultados muito positivos, claro os números contam, sempre foram -10cms na cintura, -5cms na anca e -1kg de peso… não quero parecer convencida e dizer que isso não é bom e que eu não ligo aos números, ligo sim e muito, mas clichê ou não, o melhor tem sido o percurso.

Porque não passar a ter cinco farinhas diferentes mais saudáveis em casa do que uma sem piada nenhuma? Porque não ter sempre à mão sementes variadas que podem enriquecer um prato pelo sabor mas principalmente pela sensação de saciedade. Porque não comer panquecas ou bolos algumas vezes por semana desde que feitas com os ingredientes certos, e claro nunca abdicar do sabor, porque para comer comida de pássaro não obrigada… mas assim tem sido fa-bu-lo-so!

J _ quinoa . queijo fresco

A _ salada três alfaces . muffins de perú

Hoje foi dia de olhar para o plano alimentar da última semana e fazer os devidos ajustes, perceber vontades e ódios de estimação quanto à comida, mas acho que a melhor coach do mundo aprovou os resultados e esta grande conquista!

O mais fácil? foi fazer o tal plano, decidir e não comer nada que não estivesse no plano, para isso invadi a loja Celeiro e trouxe tudo! Depois escrever, e tomar decisões sobre o que ia fazer para quando, a ter tudo feito com antecedência ajuda a não sair dos carris, caso não conseguisse fazer antes, no dia dava tempo no meu horário para isso, fresco é sempre melhor.

PA _ panquecas de aveia . fruta fresca

L_ avelâs

L _ bolachas de aveia e banana

O mais difícil, foi mesmo comer o que achava não gostar. Exemplos? Bróculos! Quinoa! Queijo fresco! Bolo de côco! Toranja! Enfim… sempre fui muito esquisita. Mas vejam as imagens e vejam lá se não me tornei numa perita em cores? Os olhos comem claramente, e é preciso fazer e experimentar MESMO.

J _ bife de perú . salada . bróculos cozidos a vapor

PA _ pão escuro . queijo fresco . doce de abóbora sem açúcar
Dou notícias daqui a uma semana! 😉
Continue Reading
Close Menu
×
×

Cart