my work | mercadito da carlota

Gosto muito do que faço, já vos disse? Nem sem bem reduzir a uma única palavra o que faço hoje em dia e aidna bem, porque a panóplia de projectos que tenho em mãos não podem ser reduzidos a três sílabas. Um dos trabalhos que mais gosto de fazer, logo a seguir a Arquitectura, essa é sempre número 1, é decoração de espaços, não no sentido de decoração permanente, mas da temporária, efémera, cenários, montras, e eventos ou momentos especiais. 
Esta é a banca da marca de roupa de criança, Tic Tac Babies para o Mercadito da Carlota de Natal deste ano, e que amor que ficou. O tema era Natal, e esta foi mesmo isso, sem tirar nem por, às vezes tentamos dar a volta, mas para esta colecção era importantíssimo manter o tema, uma colecção cheia de xadrez, tecidos com padrões de kilts escocêses e uma colecção cápsula de Natal que justificava todo o ambiente natalício. Quem pode ver a colecção ao vivo tenho a certeza que percebeu a ligação entre a banca e a marca.

Recriámos o ambiente natalício à volta da lareira, decorada com as típicas meias de natal prontas a receber presentes, folhagens e bagas encarnadas para dar um toque natural, velas e coroas de Natal.
As bandeirolas, lareira e as meias foram costuradas e feitas à mão por quem conseguem muito bem intrepretar o que me vai pela cabeça, já as coroas e arranjos de folhagens feitos por mim. 

Até os sacos a seguram os charriots tinham um pormenor de tecido escocês, porque todos os pormenores são importantes e compõem todo um ambiente.
Se quiserem alguma sugestão, ou mesmo a decoração de um evento falem comigo. Espero que tenham gostado! 

Continue Reading

coroas de natal | cenário

Ainda me custa a crer que tivémos um Natal “normal”… até sábado não acreditei, até que ouvi as palavras “já aí vem a drª. para lhe dar alta” e foram as palavras mais melódicas que ouvi. Ao chegarmos a casa, apesar de termos árvore e calendário de advento já montados, percebi o quão me deitou abaixo esta estadia no hospital… e o quão não estava a encher a vida do V com ambiente natalício… foi assim que domingo e 2ªf passei os dias entre embrulhos, florista, terraço a fazer coroas de natal, no chão a tentar fazer arranjos sozinha, centros de mesa e ao mesmo tempo encher a casa de cheiro a natal. 
Os mais velhos deliraram, e que bem que me sobe vê-los felizes, juntos ao mano que ainda nem tinha percebido o que era bem o Natal, já que o ano passado ainda só tinha 11 meses e passou-o doente… mal sabiamos. 
Para as coroas de Natal, já andava há uns tempos a querer usar tons mais claros, nada na minha casa combina com vermelhos e verdes e usar esses tons no Natal, fica esquisito, pois o sofá é um tom cinza azulado, mais o tapete lindo que adoro azul água cinza e temos muitos apontamentos de madeira clara… pensei em branco, mas tirei logo essa ideia da cabeça pois ao pensar no que podia usar branco, o que é maleável é muito primaveril, o que é invernal, como as lindíssimas bolas de algodão, não cede nem um milímetro para coroas. 
Foi então que me lembrei que embora mais raras, e mais caras, existem em alguns sítios bagas amarelas nesta altura, e a minha querida Alcina, que me guarda as melhores flores e verdes quando preciso, tinha! Para combinar usei pinheirinho do mais barato e mole juntamente com eucalipto, este eucalipto é diferente, tem um nome que eu nunca sei qual é, mas quando o vejo adoro e a meu ver pode ser usado o ano todo. Maleável, ligeirinho e com folhas lindas e pequenas para não atafulhar. 
Para rematar acrescentei o pormenor das mini maçarocas, também elas amarelas mais clarinhas, símbolo de abundância, que ajuda a completar e dar-lhe um equilíbrio perfeito. 

Penduradas com uma simples fita amarela torrada de cetim, parece que adivinho quando guardo tudo! Preenchem a parede atrás do sofá e a casa cheira tão bem. Adoro o cheiro a pinhal e eucaliptal.

Se não souberem como fazer coroas, é um processo super simples, mas que requer tempo e algum planeamento. Atenção que as bagas, ambora lindas requerem alguma atenção, quando frescas são super frágeis, caiem imenso enquanto as trabalhamos, mas basta umas horas sem água e ficam mais secas, sem perder a cor nem o formato, e deixam de cair. É mágico, até porque como são caras… sim, são mesmo… é bom que não se percam pelo chão!

E funcionou lindamente como cenário, afastei o sofá, metemos o pai a trabalhar, e como não houve tempo para grandes sessões fotográficas, fizémos a nossa caseirinha e se vissem o processo todo, poderiam ver o quanto precisavamso de estar juntos a rir! Só o Vasquinho é que não achou imensa piada, ele é mais hospitais!

Boas festas a todos!!
Continue Reading

my work | xmas decor

Já há alguns anos que venho aqui a esta casa que me acolhe sempre de braços abertos e com carinho para a preparar para o Natal, aproveitando vários recantos da zona de estar para criar um ambiente 100% natalício. Este ano voltamos em força aos encarnados e verdes recriando quase uma aldeia de ratinhos. 

Um dos pormenores mais giros é sem dúvida a zona de entrada onde coloquei o Calendário de Advento que este ano foi todo um DIY, sem cola claro!

decoração | andreaportugal.pt
O resultado não podia ter sido melhor, claro sempre muito caseiro, mas as miúdas adoraram e já andam a tentar chegar aos saquinhos cheios de coisas pirosas e cor-de-rosa, não fossem elas super girly. Está quase a chegar o dia 1 e vão delirar tenho a certeza com o que vão encontrar neste balão de ar quente pronto a fugir com coisas queridas. Até os ursinhos quiseram agarrar-se para não perder pitada. 
Gostam? Querem fazer um aí em casa? É muito simples, se não fosse eu não fazia já sabem, já de seguida explico em modo básico o processo todo! 
Podem ver outro giríssimo aqui, este ano ainda não fiz o lá de casa, mas estamos quase!

Continue Reading

baby boy three | his corner

numa casa pequena não há muito por onde inventar, o baby V sempre foi destinado a ficar no quarto dos manos quando passasse à cama de grades, que no caso dos gémeos foi aos três meses porque eu já não distinguia os sons da noite dos deles, do meu respirar e do choro da fome, passava as noites a abrir os olhos a achar que estavam quase a acordar… como só comiam quando acordassem passei noites sem fechar um olho. com o V já decidimos que ao passar para o quarto dos manos tem que passar mais tarde, mais crescido e com noites mais longas, não só pelo espaço como acredito também que os manos precisam do sono, precisam do descanso estando eles numa ano importante, o da primeira classe. precisam do descanso e de noites bem dormidas. assim sendo criei o cantinho do Vasco no nosso quarto com alguns detalhes que adoro, simples, poucas coisas que quero que depois passem com ele para o quarto grande. 
em frente à nossa cama tínhamos uma parede branca, uma cómodas brancas e duas prateleiras brancas com algumas coisas. em cima da cómoda não tínhamos nada praticamente, usava-as mais para pousar o que fosse preciso que outra coisa. passou rapidamente a ter uma função, muda-fraldas e apoio do mesmo. destravei uns armários, mais outras cómodas espalhadas pela casa e as cómodas, seis gavetas passaram a ser todas do novo membro da família. como recebi tanta roupa e acessórios emprestados foi num instante que enchi tudo, mais um terço do armário dos manos que estava vazio.  sou muito prática, odeio exageros e principalmente na roupa gosto de ter suficiente sem exageros, mas com um novo bebé a nascer no inverno, coisa que desconhecia como era, preferi guardar tudo e ir aos poucos re-arrumando, re-pensando e meter de lado assim que já não servir. 

no cantinho do Vasco no nosso quarto metemos só peças que nos são queridas, principalmente da #lojamaisqueridadobairro que essa é minha e tão querida mesmo. cliquem nos link para verem de onde são as peças e prometo que encontram coisas ainda mais giras e podem todas, ou quase, ser personalizadas. os quadros das cidades são meus, feitos há muito em mente para o #babyboythree que terá sempre no sangue estas duas cidades tão nossas. mas o amor do quadro pequenino, do vasco pescador é da querida tia Marta que sabe como nos fazer sorrir e tem jeito para um mundo de coisas fantásticas! 
acho que o resultado, apesar do preto e branco que pode para muitos não ser o ideal para um bebé, ficou muito querido e perfeito para receber mais um rapaz nesta casa. mais tarde passará tudo para o quarto grande e aqui ficarão apenas os quadros das cidades que esses são da mãe e do pai e merecemos ter presente sempre de onde viemos e o que já vivemos. 

Continue Reading

baby boy three | his corner

numa casa pequena não há muito por onde inventar, o baby V sempre foi destinado a ficar no quarto dos manos quando passasse à cama de grades, que no caso dos gémeos foi aos três meses porque eu já não distinguia os sons da noite dos deles, do meu respirar e do choro da fome, passava as noites a abrir os olhos a achar que estavam quase a acordar… como só comiam quando acordassem passei noites sem fechar um olho. com o V já decidimos que ao passar para o quarto dos manos tem que passar mais tarde, mais crescido e com noites mais longas, não só pelo espaço como acredito também que os manos precisam do sono, precisam do descanso estando eles numa ano importante, o da primeira classe. precisam do descanso e de noites bem dormidas. assim sendo criei o cantinho do Vasco no nosso quarto com alguns detalhes que adoro, simples, poucas coisas que quero que depois passem com ele para o quarto grande. 
em frente à nossa cama tínhamos uma parede branca, uma cómodas brancas e duas prateleiras brancas com algumas coisas. em cima da cómoda não tínhamos nada praticamente, usava-as mais para pousar o que fosse preciso que outra coisa. passou rapidamente a ter uma função, muda-fraldas e apoio do mesmo. destravei uns armários, mais outras cómodas espalhadas pela casa e as cómodas, seis gavetas passaram a ser todas do novo membro da família. como recebi tanta roupa e acessórios emprestados foi num instante que enchi tudo, mais um terço do armário dos manos que estava vazio.  sou muito prática, odeio exageros e principalmente na roupa gosto de ter suficiente sem exageros, mas com um novo bebé a nascer no inverno, coisa que desconhecia como era, preferi guardar tudo e ir aos poucos re-arrumando, re-pensando e meter de lado assim que já não servir. 

no cantinho do Vasco no nosso quarto metemos só peças que nos são queridas, principalmente da #lojamaisqueridadobairro que essa é minha e tão querida mesmo. cliquem nos link para verem de onde são as peças e prometo que encontram coisas ainda mais giras e podem todas, ou quase, ser personalizadas. os quadros das cidades são meus, feitos há muito em mente para o #babyboythree que terá sempre no sangue estas duas cidades tão nossas. mas o amor do quadro pequenino, do vasco pescador é da querida tia Marta que sabe como nos fazer sorrir e tem jeito para um mundo de coisas fantásticas! 
acho que o resultado, apesar do preto e branco que pode para muitos não ser o ideal para um bebé, ficou muito querido e perfeito para receber mais um rapaz nesta casa. mais tarde passará tudo para o quarto grande e aqui ficarão apenas os quadros das cidades que esses são da mãe e do pai e merecemos ter presente sempre de onde viemos e o que já vivemos. 

Continue Reading

decor | m.f new room

storm tropper | impressões.prints | bandeirola.garland | tubarão e baleia.shark and whale | cestinhos.baskets | cesto brinquedos.toy basket
estes pormenores do quarto dos meus filhos já não são novos, consegui acabar tudo outubro passado, mas nunca tinha conseguido fazer um post a sério, mas enchi o instagram de imagens. faltavam os pormenores grandes, depois dos móveis, paredes pintadas cortinas e cadeiras, foi preciso parar um bocadinho e olhar para trás e ver o que faltava. 
faltava arrumação e alguma decoração permanente, que não fossem só brinquedos e livros, que mesmo querendo manter uma linha monocromática, é impossível num quarto de crianças não haver cor!!! desde quando é que os miúdos vivem sem cor? mesmo quando estudo projectos de casas japonesas não posso deixar de pensar no tempo e trabalhão que deu arrumar tudo tão bem arrumadinho que parece que os miúdos brincam com o ar. claro que adoro que brinquem na rua, com bicicletas, skates e bolas de futebol, quanto mais ar apanharem melhor, mas em casa dispenso bolas e os brinquedos todos adoram. dito isto… também arrumei um bocadinho para conseguir estas imagens!  
espero que gostem e cliquem nos links para saberem mais, e se precisarem de dicas deixem um comentário e tratamos do assunto. ando sempre à procura de pormenores giros e não há como perguntar para chegarmos ao sítio certo!
Continue Reading

decor | m.f new room

storm tropper | impressões.prints | bandeirola.garland | tubarão e baleia.shark and whale | cestinhos.baskets | cesto brinquedos.toy basket
estes pormenores do quarto dos meus filhos já não são novos, consegui acabar tudo outubro passado, mas nunca tinha conseguido fazer um post a sério, mas enchi o instagram de imagens. faltavam os pormenores grandes, depois dos móveis, paredes pintadas cortinas e cadeiras, foi preciso parar um bocadinho e olhar para trás e ver o que faltava. 
faltava arrumação e alguma decoração permanente, que não fossem só brinquedos e livros, que mesmo querendo manter uma linha monocromática, é impossível num quarto de crianças não haver cor!!! desde quando é que os miúdos vivem sem cor? mesmo quando estudo projectos de casas japonesas não posso deixar de pensar no tempo e trabalhão que deu arrumar tudo tão bem arrumadinho que parece que os miúdos brincam com o ar. claro que adoro que brinquem na rua, com bicicletas, skates e bolas de futebol, quanto mais ar apanharem melhor, mas em casa dispenso bolas e os brinquedos todos adoram. dito isto… também arrumei um bocadinho para conseguir estas imagens!  
espero que gostem e cliquem nos links para saberem mais, e se precisarem de dicas deixem um comentário e tratamos do assunto. ando sempre à procura de pormenores giros e não há como perguntar para chegarmos ao sítio certo!
Continue Reading

decor in color | serenity and rose quartz

imagens | images | imaginni . pinterest
Particularmente hoje tive vontade de ir procurar as cores Pantone de 2016, já não me lembrava bem de que cores eram, mas sabia que eram dois tons, dois tons quase opostos mas tão complementares, daqueles que vemos mais do que pensamos e daqueles em que a minha vida ultimamente se baseia. Todos os dias me entram grávidas, recém mães, avós, tias e amigas e madrinhas a quererem mimos para os mais pequenos e começam sempre pela questão base, é rapaz ou rapariga? tem isto em azul ou rosa? posso fazer em azul ou rosa? sempre… não há dúvida. quem não pergunta vai directo a outros tons e sabe bem o que quer… mas no fundo para eles há sempre um tom azul e para ela um presente cor-de-rosa. Claro que a Pantona não as chama simplesmente azul e rosa, estes são os tons Serenity e Rose Quartz, que no fundo é o mesmo, mas quando vejo estas imagens penso logo em verão, algodão doce, gelados de morango, céu limpo, e tantas outras coisas muito zen. Gostam?
.
Today i remembered that Pantone has chosen for 2016 two of the colors i deal with all day, everyday. I have clients everyday with the same question, always divided between blue and pink, boys and girls, and this year Pantone came up with two of the most beautiful tones of these two colours, Serenity and Rose Quartz, they seem a bit too fancy for such simple everyday colors, but amazing how a name can fit a tone and turn it into something special. 
.
Oggi, giusto oggi mi sono riccordata di fare questo post sui colori Pantone del 2016 e che bel colori sono, cosi semplice, cosi determinante per certe cose nella vita, come per le mie clienti che hanno sempre tanti dubbi su che colore per i regali, o blu per maschio, o rosa per femina. Peró é bello vedere come due toni cosi diversi, per me quasi oposti, alla fine sono da per tutto e quest’imaginni sono proprio cosi. Si chiamanno Serenity e Rose Quartz, e hanno senso. un blu sereno e un rosa quasi prezioso. 

Continue Reading

decor in color | serenity and rose quartz

imagens | images | imaginni . pinterest
Particularmente hoje tive vontade de ir procurar as cores Pantone de 2016, já não me lembrava bem de que cores eram, mas sabia que eram dois tons, dois tons quase opostos mas tão complementares, daqueles que vemos mais do que pensamos e daqueles em que a minha vida ultimamente se baseia. Todos os dias me entram grávidas, recém mães, avós, tias e amigas e madrinhas a quererem mimos para os mais pequenos e começam sempre pela questão base, é rapaz ou rapariga? tem isto em azul ou rosa? posso fazer em azul ou rosa? sempre… não há dúvida. quem não pergunta vai directo a outros tons e sabe bem o que quer… mas no fundo para eles há sempre um tom azul e para ela um presente cor-de-rosa. Claro que a Pantona não as chama simplesmente azul e rosa, estes são os tons Serenity e Rose Quartz, que no fundo é o mesmo, mas quando vejo estas imagens penso logo em verão, algodão doce, gelados de morango, céu limpo, e tantas outras coisas muito zen. Gostam?
.
Today i remembered that Pantone has chosen for 2016 two of the colors i deal with all day, everyday. I have clients everyday with the same question, always divided between blue and pink, boys and girls, and this year Pantone came up with two of the most beautiful tones of these two colours, Serenity and Rose Quartz, they seem a bit too fancy for such simple everyday colors, but amazing how a name can fit a tone and turn it into something special. 
.
Oggi, giusto oggi mi sono riccordata di fare questo post sui colori Pantone del 2016 e che bel colori sono, cosi semplice, cosi determinante per certe cose nella vita, come per le mie clienti che hanno sempre tanti dubbi su che colore per i regali, o blu per maschio, o rosa per femina. Peró é bello vedere come due toni cosi diversi, per me quasi oposti, alla fine sono da per tutto e quest’imaginni sono proprio cosi. Si chiamanno Serenity e Rose Quartz, e hanno senso. un blu sereno e un rosa quasi prezioso. 

Continue Reading

decor in color | teal.azul petróleo

azul petróleo (ou verde-petróleo dependendo do daltonismo) é um tom entre o azul e verde, pr+oximo do verde médio ou cian escuro… diz a wikipedia… eu digo que é simplesmente a cor maravilhosa do fundo do oceano, um tom impossível de descrever, mas eu adoro. uma das cores de tecido que mais esgota na nossa loja, mesmo que aplicada em produtos de criança e sem dúvida uma cor preferida. tão rica, intensa e ao mesmo tempo tão tranquilizante que me transporta logo para o norte de áfrica, para o oceano índico ou até para as casas de colmo inglesas… não sei bem porquê, mas eu viajo com esta cor. aplicado em mobiliário, paredes inteiras, azulejos ou até em banheiras… maravilhoso, profundamente maravilhoso.
.
teal is a medium saturated, blue-green color, similar to medium green or dark cyan… says wikipedia… i say, it’s a gorgeous tone of deep ocean, a tone i cannot explain but absolutely adore. one of the color fabric we sell the most, even if for children products and it is unquestionably a favorite. such a rich and somewhat tranquil color that reminds me instantly of northern african countries, indian ocean beach huts and english countryside cottages… don’t know why, i just travel instantly when i see it this deep and this blue. applied on furniture, walls, ceramics and even bathtubs… amazing, deeply amazing.

Continue Reading
Close Menu
×
×

Cart