shop window | lastminuteshopping

presentes de última hora acontecem SEMPRE, não mintam, por mais organizados que sejam há sempre mais um bebé a nascer, mais uma amiga a engravidar “de repente”, uma tia que afinal vem mesmo para a consoada, um primo que acabou com a namorada e precisa de mimo, um jantar entre amigas que também “de repente” passa a ser com troca de presentes, enfim… por mais que eu planeie, há presentes sempre no último dia e que é preciso ir a correr buscar. não sou das que fica em pânico, normalmente tenho um sistema, ou o tema ou o tom é igual para todos! simplifica e ajuda nas compras.

este post é para quem quer arranjar presentes de última hora, entre os mais variados valores mas dentro do mesmo tema, crianças, e mesmo tom, amarelo e azul. nem todos são para recém-nascido, mas também não são para super crescidos, há idades mais fáceis que outras claramente, e ali na #lojamaisqueridadobairro temos um pouco de tudo. desde que nascem até serem esquisitos! 😉

esta mini colecção é mais orientada para a decoração dos quartos do que propriamente para brincarem ou usarem, mas as luzes de presença por exemplo são um amor e os mais pequenos, mesmo precisando da luz sempre acesa acabam por brincar e perder muitos medos com elas.

no Atelier da Tufi podem encontrar postes, grinaldas, luzes, mini brinquedos para as miúdas que já fazem colecção, bandeiras para as mais crescidas que andam com a moda das frases, candeeiros vintage para um género de decoração mais cool, picu baby para recém nascidos que as mais adoram perfumar, galinhas para levarem as roupas das bonecas ou carrinhos de fim-de-semana, e não posso deixar de falar no meu preferido mealheiro de sempre, em formato boneca com orelhas lindas, amarela e tão gira!

se precisam de num espaço só tratar de várias crianças da sua vida, facilite e entre. vai adorar e encontrar o que procura!

Continue Reading

shop window | lastminuteshopping

presentes de última hora acontecem SEMPRE, não mintam, por mais organizados que sejam há sempre mais um bebé a nascer, mais uma amiga a engravidar “de repente”, uma tia que afinal vem mesmo para a consoada, um primo que acabou com a namorada e precisa de mimo, um jantar entre amigas que também “de repente” passa a ser com troca de presentes, enfim… por mais que eu planeie, há presentes sempre no último dia e que é preciso ir a correr buscar. não sou das que fica em pânico, normalmente tenho um sistema, ou o tema ou o tom é igual para todos! simplifica e ajuda nas compras.

este post é para quem quer arranjar presentes de última hora, entre os mais variados valores mas dentro do mesmo tema, crianças, e mesmo tom, amarelo e azul. nem todos são para recém-nascido, mas também não são para super crescidos, há idades mais fáceis que outras claramente, e ali na #lojamaisqueridadobairro temos um pouco de tudo. desde que nascem até serem esquisitos! 😉

esta mini colecção é mais orientada para a decoração dos quartos do que propriamente para brincarem ou usarem, mas as luzes de presença por exemplo são um amor e os mais pequenos, mesmo precisando da luz sempre acesa acabam por brincar e perder muitos medos com elas.

no Atelier da Tufi podem encontrar postes, grinaldas, luzes, mini brinquedos para as miúdas que já fazem colecção, bandeiras para as mais crescidas que andam com a moda das frases, candeeiros vintage para um género de decoração mais cool, picu baby para recém nascidos que as mais adoram perfumar, galinhas para levarem as roupas das bonecas ou carrinhos de fim-de-semana, e não posso deixar de falar no meu preferido mealheiro de sempre, em formato boneca com orelhas lindas, amarela e tão gira!

se precisam de num espaço só tratar de várias crianças da sua vida, facilite e entre. vai adorar e encontrar o que procura!

Continue Reading

baby boy three | maileg

atelier da tufi | brinquedos maileg
Entre uma coisa e outra, tenho duas cómodas de gavetas cheias de roupa para esta criança e é preciso dar aqui uma pausa… está garantidamente vestida para os primeiros seis meses e por agora estamos confortávelmente a decidir outros pormenores, como decoração do cantinho do nosso quarto, cómoda de muda-fraldas, acessórios e claro, primeiros bonecos e ó-ós. 
Os manos tiveram um que prometeram doar ao mano quando ele nascesse e eu nem ai nem ui, não me vou meter, pode ser que o acalme como acalmou tão bem os manos e o faça dormir tão bem como os mais velhos. Mas também acho um amor o baby three ter um só dele, se já não terá o efeito de ó-ó já não tem que ser de determinado tamanho ou material, ou fazer algum barulhinho tranquilizante, lembrei-me que na #lojamaisqueridadobairro há uma colecção linda de soft toys, em tecido, fofos, queridos e tão giros para rapazes da Maileg, sem serem os tão vistos e já bastante batidos coelhos e lebres. Estes animais como o hippo e o rhino são de morrer de amores e tão macios ao toque e ao abraço que não aguento. O ganso, se bem que branquinho e que nas mãos dos manos não durará muito tempo, é uma delícia e funcionaria perfeitamente para as tão na moda fotografias dos meses em que se vê quanto crescem os bebés ao lado dos seus peluches… 
A grande vantagem destes bonecos é mesmo o toque, sem pêlos, sem pó, são em tecido, alguns em linho permitindo não alertar muito as irritações de pele nem alergias das crianças e neste caso particularmente, as da mãe que eu nem um pêlo posso ter por perto… 
Continuando, recomenda o amor do porquinho ou mesmo os mini lobos em cinzento principalmente para rapazes. E dito isto, há tanto ainda por decidir… e escolher!
Espero que gostem e procurem, há de diferentes tamanhos e diferentes cores e todos uma perdição!

Continue Reading

baby boy three | maileg

atelier da tufi | brinquedos maileg
Entre uma coisa e outra, tenho duas cómodas de gavetas cheias de roupa para esta criança e é preciso dar aqui uma pausa… está garantidamente vestida para os primeiros seis meses e por agora estamos confortávelmente a decidir outros pormenores, como decoração do cantinho do nosso quarto, cómoda de muda-fraldas, acessórios e claro, primeiros bonecos e ó-ós. 
Os manos tiveram um que prometeram doar ao mano quando ele nascesse e eu nem ai nem ui, não me vou meter, pode ser que o acalme como acalmou tão bem os manos e o faça dormir tão bem como os mais velhos. Mas também acho um amor o baby three ter um só dele, se já não terá o efeito de ó-ó já não tem que ser de determinado tamanho ou material, ou fazer algum barulhinho tranquilizante, lembrei-me que na #lojamaisqueridadobairro há uma colecção linda de soft toys, em tecido, fofos, queridos e tão giros para rapazes da Maileg, sem serem os tão vistos e já bastante batidos coelhos e lebres. Estes animais como o hippo e o rhino são de morrer de amores e tão macios ao toque e ao abraço que não aguento. O ganso, se bem que branquinho e que nas mãos dos manos não durará muito tempo, é uma delícia e funcionaria perfeitamente para as tão na moda fotografias dos meses em que se vê quanto crescem os bebés ao lado dos seus peluches… 
A grande vantagem destes bonecos é mesmo o toque, sem pêlos, sem pó, são em tecido, alguns em linho permitindo não alertar muito as irritações de pele nem alergias das crianças e neste caso particularmente, as da mãe que eu nem um pêlo posso ter por perto… 
Continuando, recomenda o amor do porquinho ou mesmo os mini lobos em cinzento principalmente para rapazes. E dito isto, há tanto ainda por decidir… e escolher!
Espero que gostem e procurem, há de diferentes tamanhos e diferentes cores e todos uma perdição!

Continue Reading

um domingo diferente | zoo

apesar do dia terrível que tive ontem, passei o dia super satisfeita com o nosso fim-de-semana, para além de ter voltado o sol, passamos o sábado e o domingo entre amigos, família e no zoo! a manhã de domingo foi passada entre gente gira e acções de louvar. A barral patrocina o novo leãozinho Max do Zoo de Lisboa e que querido que é… assim a 30 metros de distância claro… eu vi-o morder um bife e por mais que eu precisasse de perder vários, não era com aquela força de certeza!

Foi bom fazer parte de um grupo especial no zoo e aprendermos um pouco mais sobre os leões do zoo de Lisboa, ver os miúdos completamente fascinados e a delirar com tamanhos animais e dimensões. Reservaram a varanda dos leões só para nós e foi magnífico vê-los de tão perto… fez-me lembrar o Kruger Park, em que estacionávamos tão perto deles sempre com a mudança metida… aqui foi mais seguro mas mesmo assim emocionante.

Que bom que é ter marcas queridas e tão nossas como a #barralportugal por trás de eventos e animais tão precisos e especiais. Que venham mais destes momentos, que nos façam pensar e aprender mais sobre o que é feito aqui mesmo ao lado de casa para preservar bichos tão magníficos.

Continue Reading

um domingo diferente | zoo

apesar do dia terrível que tive ontem, passei o dia super satisfeita com o nosso fim-de-semana, para além de ter voltado o sol, passamos o sábado e o domingo entre amigos, família e no zoo! a manhã de domingo foi passada entre gente gira e acções de louvar. A barral patrocina o novo leãozinho Max do Zoo de Lisboa e que querido que é… assim a 30 metros de distância claro… eu vi-o morder um bife e por mais que eu precisasse de perder vários, não era com aquela força de certeza!

Foi bom fazer parte de um grupo especial no zoo e aprendermos um pouco mais sobre os leões do zoo de Lisboa, ver os miúdos completamente fascinados e a delirar com tamanhos animais e dimensões. Reservaram a varanda dos leões só para nós e foi magnífico vê-los de tão perto… fez-me lembrar o Kruger Park, em que estacionávamos tão perto deles sempre com a mudança metida… aqui foi mais seguro mas mesmo assim emocionante.

Que bom que é ter marcas queridas e tão nossas como a #barralportugal por trás de eventos e animais tão precisos e especiais. Que venham mais destes momentos, que nos façam pensar e aprender mais sobre o que é feito aqui mesmo ao lado de casa para preservar bichos tão magníficos.

Continue Reading

shop window | três anos bons

3 anos…
podia dizer que o tempo passa a correr, mas não, sinto cada dia destes três anos, de muito trabalho e de imensas conquistas. há três anos se alguém me mostrasse imagens da nova loja e da quantidade e variedade de produtos que temos, eu talvez nem iria acreditar… porque até eu tenho noção de que o que tenho aqui à minha frente exige muito de quem está por detrás da marca… e eu admito, tiro-nos o chapéu pela capacidade de resposta que temos, pela iniciativa e criatividade que requer manter e fazer crescer uma marca destas.

numa altura em que a originalidade é essencial, é importante mantermo-nos a passos largos de outras marcas, é importante criar apesar das cópias, inventar novos modos de comunicação e tentar acima de tudo marcarmos a diferença. temos vindo a crescer constantemente e intensamente e isso vê-se no nosso trabalho. se é simples, não, mas nunca trabalhei em nada que não exigisse o máximo de mim mesma, que não exigisse total dedicação, porque se assim não fosse não estaria a ser honesta comigo mesma. nunca trabalhei sem ser de corpo e alma, mesmo quando era para outrém e isso sempre me foi elogiado. claro que admito, quando é nosso é diferente, talvez mais duro e mais intenso, mas como profissional sempre levei o meu trabalho para onde eu fosse independentemente de quem assinasse por baixo, porque onde eu me meto, meto-me de cabeça e a 100%.

atelier da tufi | três anos | bolo de bolo meu

  

atelier da tufi | três anos | grinaldas de piece of paper

nestes três anos, também aprendi muito sobre mim mesma, principalmente a proteger-me… a lembrar-me de que o cliente não tem sempre razão, que não trabalho de graça e não faço milagres apesar de achar e exigirem que sim… faço o que posso e o que posso é tanto! se aprendi a dizer que não ao longo destes anos foi porque essa meta teve que ser delineada por mim em defesa da minha sanidade mental. claro que também sei os meus limites e conheço-me melhor que ninguém e sei o que posso ou não criar em stress e com pouco tempo, mas acima de tudo eu tenho que delinear barreiras para que no fim não me desiluda com o resultado… esse nem sempre passa por ter feito algo que deveria ter sido mais azul e afinal ficou mais claro, ou porque o papel podia ser outro, ou porque no fundo acho que um determinado produto poderia ser ligeiramente melhor, mas quanto mais “favores”  e “milagres” tentamos fazer, mais chatinhas as pessoas se tornam e perdem a noção do que foi feito por elas e isso, minhas amigas, é uma das coisas que mais me enerva nos dias de hoje… é que as nossas conquistas para agradar quem quer que seja sejam não só ignoradas como ainda questionadas… desculpem o desabafo 😉
no início deste ano tracei essa meta, aprender a dizer que não, e tem funcionado na perfeição. dito isto o meu trabalho aumentou, tem sido cada vez mais e mais interessante dentro deste cantinho querido, também por reconhecer que ao traçarmos mantras e limites estou mais disponível para os clientes e os clientes voltam e passam palavra sabendo como funcionamos e sabendo com o que contam e ainda bem que é assim.

claro que nestes três anos também nos confrontámos com situações estranhas, confusas e um tanto ou quanto caricatas, to say the least... mas com essas podemos nós bem e não são de todo regra. para além de que é preciso um pouco disso para fazermos sempre melhor na vez a seguir e venham de lá tantas outras situações de onde podemos tirar lições para o futuro, sejam elas assim ou assado.

atelier da tufi | três anos | fotografias de: hello twiggs

acima de tudo que haja alegria, gargalhadas e muita calma. que haja uma loja sempre cheia de clientes, crianças e amigos. que haja sempre o que fazer e ideias para coisas novas. que haja sempre vontade de fazer mais e melhor. que haja sempre aniversários para festejar e bolos para comer e balões para oferecer. deixo-vos as fotos da minha querida Twiggs do dia do aniversário da loja, que mesmo estando em instalações semi novas (a loja nova tem apenas 5 meses… isto sim parece que foi ontem!) a marca, essa sim, merece festejar a idade que tem, três anos muito bons.
independentemente de tudo o resto, deixo a mensagem mais importante:

Continue Reading

shop window | três anos bons

3 anos…
podia dizer que o tempo passa a correr, mas não, sinto cada dia destes três anos, de muito trabalho e de imensas conquistas. há três anos se alguém me mostrasse imagens da nova loja e da quantidade e variedade de produtos que temos, eu talvez nem iria acreditar… porque até eu tenho noção de que o que tenho aqui à minha frente exige muito de quem está por detrás da marca… e eu admito, tiro-nos o chapéu pela capacidade de resposta que temos, pela iniciativa e criatividade que requer manter e fazer crescer uma marca destas.

numa altura em que a originalidade é essencial, é importante mantermo-nos a passos largos de outras marcas, é importante criar apesar das cópias, inventar novos modos de comunicação e tentar acima de tudo marcarmos a diferença. temos vindo a crescer constantemente e intensamente e isso vê-se no nosso trabalho. se é simples, não, mas nunca trabalhei em nada que não exigisse o máximo de mim mesma, que não exigisse total dedicação, porque se assim não fosse não estaria a ser honesta comigo mesma. nunca trabalhei sem ser de corpo e alma, mesmo quando era para outrém e isso sempre me foi elogiado. claro que admito, quando é nosso é diferente, talvez mais duro e mais intenso, mas como profissional sempre levei o meu trabalho para onde eu fosse independentemente de quem assinasse por baixo, porque onde eu me meto, meto-me de cabeça e a 100%.

atelier da tufi | três anos | bolo de bolo meu

  

atelier da tufi | três anos | grinaldas de piece of paper

nestes três anos, também aprendi muito sobre mim mesma, principalmente a proteger-me… a lembrar-me de que o cliente não tem sempre razão, que não trabalho de graça e não faço milagres apesar de achar e exigirem que sim… faço o que posso e o que posso é tanto! se aprendi a dizer que não ao longo destes anos foi porque essa meta teve que ser delineada por mim em defesa da minha sanidade mental. claro que também sei os meus limites e conheço-me melhor que ninguém e sei o que posso ou não criar em stress e com pouco tempo, mas acima de tudo eu tenho que delinear barreiras para que no fim não me desiluda com o resultado… esse nem sempre passa por ter feito algo que deveria ter sido mais azul e afinal ficou mais claro, ou porque o papel podia ser outro, ou porque no fundo acho que um determinado produto poderia ser ligeiramente melhor, mas quanto mais “favores”  e “milagres” tentamos fazer, mais chatinhas as pessoas se tornam e perdem a noção do que foi feito por elas e isso, minhas amigas, é uma das coisas que mais me enerva nos dias de hoje… é que as nossas conquistas para agradar quem quer que seja sejam não só ignoradas como ainda questionadas… desculpem o desabafo 😉
no início deste ano tracei essa meta, aprender a dizer que não, e tem funcionado na perfeição. dito isto o meu trabalho aumentou, tem sido cada vez mais e mais interessante dentro deste cantinho querido, também por reconhecer que ao traçarmos mantras e limites estou mais disponível para os clientes e os clientes voltam e passam palavra sabendo como funcionamos e sabendo com o que contam e ainda bem que é assim.

claro que nestes três anos também nos confrontámos com situações estranhas, confusas e um tanto ou quanto caricatas, to say the least... mas com essas podemos nós bem e não são de todo regra. para além de que é preciso um pouco disso para fazermos sempre melhor na vez a seguir e venham de lá tantas outras situações de onde podemos tirar lições para o futuro, sejam elas assim ou assado.

atelier da tufi | três anos | fotografias de: hello twiggs

acima de tudo que haja alegria, gargalhadas e muita calma. que haja uma loja sempre cheia de clientes, crianças e amigos. que haja sempre o que fazer e ideias para coisas novas. que haja sempre vontade de fazer mais e melhor. que haja sempre aniversários para festejar e bolos para comer e balões para oferecer. deixo-vos as fotos da minha querida Twiggs do dia do aniversário da loja, que mesmo estando em instalações semi novas (a loja nova tem apenas 5 meses… isto sim parece que foi ontem!) a marca, essa sim, merece festejar a idade que tem, três anos muito bons.
independentemente de tudo o resto, deixo a mensagem mais importante:

Continue Reading
Close Menu
×
×

Cart