férias | verão dois mil e dezoito | part one

o nosso verão começa logo a seguir aos anos dos manos crescidos e normalmente, apesar deste ano ter chegado mais tarde, começamos logo a meter os pés na água e na areia, nem sempre é fácil porque eu também não entro em água gélida logo logo, mas se eles entram e aguentam quem somos nós para contrariar. aqui somos felizes, já dizia alguém e nós somos mesmo. temos um horário de praia completamente diferente do resto do mundo e gostamos de não ir nem a correr nem sair de fugida. dia de praia a valer é acordar com calma, levar o mínimo possível, sair quando nos apetecer. só se leva o pouco essencial, que voltou a querer dizer com brinquedos… o lanche passa a ser um refeição com peso depois de um almoço super leve em casa e um jantar já pré-feito no dia anterior, normalmente saladas frias no terraço. não há horas nem telejornal que nos impeça de relaxar por completo. o baby V já se adaptou, os manos sabem-no de cor. o pai tem companhia para os longos passeios, a mãe lê enquanto o mini dorme a tal sesta de 2 a 3 horas. quem me dera… mas há muito livro comprado na livraria à espera que eu os leia e crie mais espaço. 

baby v . fato de banho da tictacbabies

manos F e M . fatos de banho da zippy
a nossa praia fica do outro lado da ponte, não vamos para a linha, não gosto muito da linha, do trânsito nem do modo como os carros são abandonados como querem e bem lhes apetece. não gosto particularmente da areia e a água, não digo que toda, nunca me parece completamente limpa. a linha tem a vantagem de ter mais serviços talvez e menos a preço de ouro, mas raramente gasto dinheiro na praia e levo o que precisamos para ir petiscando. gosto deste espaço vazio, do horizonte largo e de não ter ninguém num raio de 20m… a água é maravilhosa, limpa, transparente, com maré baixa quase o dia todo permitindo que podemos estar todos na água ao mesmo tempo sem medos. eles brincam, ele corre, escavam, criam piscinas e é tudo tão tranquilo… é como se eu recuperasse tempo. 
e o melhor… caiem eles e nós de rastos na cama, sonos bons. 

Close Menu
×
×

Cart