tra.pé.zi.o | o espaço


Este espaço está na minha vida há muito tempo, mas talvez nunca lhe tenha dado valor e como o tinham deixado deixava pouco espaço à imaginação, no entanto, assim que se proporcionou mudei-me de malas e bagagens.

Há uns tempos que trabalhar em casa começou a ser tarefa difícil e com alguns constrangimentos e umas máquinas de lavar pelo meio, antes de me sentar sentia-me uma verdadeira fada do lar, coisa que não sou, não tenho medo se o ser, mas é papel que não me encaixa muito bem.
Aqui o trabalho é contínuo e sem interrupções, ok pronto, eu de vez em quando levanto-me e danço pela sala para esticar as pernas ao som de kygo e uns quantos outros, mas não deixam de ser umas 8h seguidas de imenso trabalho, concentração e muito boa música.

A luz por aqui é constante, quente e imensa. Há espaço para mim e mais umas quantas pessoas e o objectivo é passar o dia entre pessoas de áreas diferentes que se queiram inspirar com os outros.
Por aqui os almoços vão passar a ser em comunidade e com trocas de ideias e experiências, é um espaço para acolher quem quiser vir expor o que faz e o que quer fazer, há lugar para todos nesta rede de tra.pé.zi.o

Quem quiser fazer uma visita será muito bem recebido e quem quiser vir contar a sua história ainda mais. Há café, boa conversa e muito bom ambiente! Há também silêncio, muito trabalho mas acima de tudo uma excelente rede de apoio.







have a great wee | 47.2018


halloween | a great tradition


O nosso Halloween já é conhecido na família como o mais empenhado, lembrando velhos tempos de vivência nos estados unidos, quando vivíamos na California e quando o Halloween era à séria e com calor. 

Era tudo pensado ao pormenor, num ambiente muito tranquilo e onde os miúdos viviam o momento ao máximo. Hoje em dia, no meu bairro, dá-se o tudo por tudo, com uma organização espectacular! Um grupo de mães preocupadas com a diversão acima de tudo, mas também com a segurança deles e nossa, consegue em dois meses organizar um mapa de casas, famílias e miúdos que vão durante umas 3h e mais alguns minutos percorrer o bairro em busca dos melhores doces, gomas, caramelos, e sustos acima de tudo! 


Por cá ninguém a nada é obrigado, mas é tão bom poder dar-lhes esta noite cheia de momentos diferentes. Eu já me habituei a decorar as escadas do prédio e encher o hall de um ambiente de entrada em casa assustadora, desde lençóis, a baús velhos, bichos peludos, alguns feitos à mão, teias de aranha por todo o lado e muita muita dedicação. 

Ao todo visitaram-nos umas 80 crianças e nós no nosso grupo de 15 miúdos e 4 mães fomos bater a 16 portas e levamos uns valentes sustos, se houvesse prémios sabíamos perfeitamente a quem os entregar! 



O senão, é que agora durante uns meses há doces pela casa e eu tento ao máximo reduzir o açúcar, mas eu é que não resisto a tanta tentação, este ano menos, visto os meus filhos terem feito greve aos caramelos, mesmo aqueles à espanhola, de toffee, os meus não gostam e tentavam ao máximo não apanhar... o que é péssimo para mim porque não vou poder roubar nada!




O Halloween, feito assim claro, é uma excelente oportunidade de lhes dar uma noite à crescido, saiem de noite, pela rua "semi sozinhos", recebem doces, voltam tardíssimo para casa e ainda por cima sem que ninguém lhes diga nada sobre os dentes! Pelo sim pelo não, já marquei higienista! 

Como é o vosso Halloween? São das que não suportam, das que acham piada, festejam? Contem tudo! 


have a great week | 46.2018