where to eat | eight

Se não tivesse sido levada, talvez não fosse lá sozinha. Não seria o primeiro sítio onde iria tomar pequeno-almoço, mas tenho tido boa companhia para experimentar coisas novas e boas, algumas mais "normais" que outras, uns sítios mais gulosos, outros mais semi saudáveis, outros mais minimalistas e outros tascas como se deve... mas hoje foi um conceito completamente diferente.

O EIGHT HEALTH LOUNGE fica na Praça da Figueira e todos os meus amigos belgas já lá foram! Mas permitam-me uma pequena introdução para quem só agora me conhece: eu sou o oposto de um vegan! Aqui é tudo vegan, o slogan diz tudo "design and plant based food" e logo eu que entro aqui tenho reservas, mas não deixo de ir!





O espaço é acolhedor embora seja na Praça da Figueira que sempre me pareceu fria e sem piada, fica bem ali por trazer tanta gente diferente aquele cantinho da cidade. O EIGHT não é só um café/bar/restaurante, não sei caracterizar numa só palavra estes sítios novos que aparecem com conceitos fora do meu vocabulário, tem no r/c uma loja com produtos naturais, peças de decoração simples e lindas, tem no primeiro andar um sofá do tricot/crochet... obviamente eu não sei a diferença mas há agulhas enormes e lã pura.

O menu é longo como uma parede e tem tanta coisa que foi preciso pedir um pouco de tudo para não perder nada e poder decidir para uma próxima vez. Cada smoothie, smoothie bowl, tosta, sandes (ou panini...) bebidas e saladas têm só 17 ingredientes e eu fico sempre aflita porque conheço 3, não gosto de 5 e o resto por vezes é-me chinês.





EIGHT . praça da figueira 12A . lisboa | sitefacebook | instagram 

Arriscámos em dois smoothie bowls, duas tostas e dois lattes. Cheios de cor e sabores um tanto ou quanto invulgares. Combinações inesperadas mas que de alguma maneira fazem sentido.
Foi uma experiência muito diferente. Para mim foi também um abrir de olhos, foi todo um novo mundo aquele leite de soja... a tosta de abacate caiu que nem mousse de chocolate, mas vou ter que voltar a comer a tosta de morango para ver se percebi bem. Os smoothies encheram e fiquei cheia de energia para o dia! Faltou o café.........

Pena sermos atendidos por todos em inglês quase como que o português nem fosse entendido, quase estranho... em Lisboa são cada vez mais os espaços feitos para os outros e não para nós... nós digo lisboetas que adoramos a cidade, queremos conhecer os cantos à casa e ao entrar em sítios como o EIGHT, sentimo-nos fora de lugar. Os anúncios são em inglês, o menu em inglês e embora, aleluia, falem todos lindamente com vocabulário e não aquelas frases com um "like" no meio mas com tantos erros que mais vale nem tentarem, fiquei com a ligeira sensação que eu é que era de fora. Gosto de ser turista na minha cidade, mas só ás vezes...
Mas como o EIGHT há n espaços assim em Lisboa, e que pena. Mas ok... talvez seja mais fácil partilhar coisas de outras nacionalidades que dizer que os vizinhos lá vão e gostam. Não sei explicar este fenómeno...

Está decidido, volto assim que puder para experimentar pratos de almoço, sou fã de saladas e tostas e pode ser que me sinta mais à vontade, mas quando voltar levo máquina a tiracolo e um mapa na mão!

2 comentários:

  1. Parece ser um bom lugar a explorar.
    Em relação ao sentimento de turista... que pena que a cidade deixe devagarinho de ser nossa!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é o que custa mais sem dúvida! mas... já não há volta a dar.

      Eliminar