…quase a chegar

se eu pudesse parava o tempo…
parava o tempo para vos agarrar…
quero que sintam que eu estou aqui sempre. preciso que saibam que nada do que está para acontecer tirará nem apagará o amor, o espaço e a importância que vocês os dois têm para mim… foram os primeiros, o primeiro e o segundo, mas acima de tudo os primeiros. fomos unidos desde aquele primeiro teste até ao dia que vos tive nos braços cheia de medo, apavorada, tão cansada, mas feliz. 
está para chegar um mano, o vosso primeiro mano que não seja o vosso gémeo… sempre quis isto, sempre vos quis dar um mano, um mano mais novo, um bebé, e esse bebé está quase a chegar. 
se eu sei como fazer isto de chegar a casa um dia e haver mais um… não, não sei. 
quero que seja perfeito, sem grandes alterações à vossa vida, mas não sei se o que pensei programar, o que pensei organizar é o ideal… vocês surpreendem-me todos os dias, muito pela positiva e algumas vezes fico surpresa de não estar a contar com algumas atitudes ou reacções. não quero que sofram com nenhuma decisão que eu tenha tomado em vosso nome, no entanto sei que ter mais filhos fazia parte dos meus planos, nossos, do pai e mãe, para a nossa família, esperando que ao chegar seja aceite, amado e muito querido por vós. 
a diferença de idades, se bem que ao princípio me tenha assustado, percebo hoje que faz o seu sentido… talvez seja essa diferença que me vai ajudar a nunca vos atropelar de mimos, que nunca me vai fazer colocar um em frente do outro, como sempre fizemos até aqui, não fosse eu extremamente preocupada com esse lado da vida de gémeos. cada um com o seu espaço, cada um com o seu tempo. quero acreditar que estão para chegar dias bons, muitos bons, para nós os cinco e para esta nova vida. que o coração cresça e que saiba acolher todos vocês à vossa maneira e à minha. sou feliz convosco e quero muito que este novo bebé faça parte de vocês desde o primeiro momento. não sei se será fácil, aliás sem prever o futuro, sei que nem sempre o será, mas obriguem-me a ser sempre melhor, chamem-me, agarrem-me, mimem-me, peçam-me tempo, mimos, beijos, abraços como têm feito até aqui, eu serei sempre vossa… mãe. 
meus queridos filhos crescidos… antes de qualquer outro filho, foram vocês que me fizeram quem sou, foram durante tanto tempo o melhor de mim… acreditem que serei sempre vossa amiga e mãe. adoro-vos como nunca pensei adorar ninguém, quero-vos como nunca quis nada na vida e espero que tudo o que vier, seja vivido intensamente por todos, em família. a nossa… que está prestes a crescer. 
Continue Reading

…quase a chegar

se eu pudesse parava o tempo…
parava o tempo para vos agarrar…
quero que sintam que eu estou aqui sempre. preciso que saibam que nada do que está para acontecer tirará nem apagará o amor, o espaço e a importância que vocês os dois têm para mim… foram os primeiros, o primeiro e o segundo, mas acima de tudo os primeiros. fomos unidos desde aquele primeiro teste até ao dia que vos tive nos braços cheia de medo, apavorada, tão cansada, mas feliz. 
está para chegar um mano, o vosso primeiro mano que não seja o vosso gémeo… sempre quis isto, sempre vos quis dar um mano, um mano mais novo, um bebé, e esse bebé está quase a chegar. 
se eu sei como fazer isto de chegar a casa um dia e haver mais um… não, não sei. 
quero que seja perfeito, sem grandes alterações à vossa vida, mas não sei se o que pensei programar, o que pensei organizar é o ideal… vocês surpreendem-me todos os dias, muito pela positiva e algumas vezes fico surpresa de não estar a contar com algumas atitudes ou reacções. não quero que sofram com nenhuma decisão que eu tenha tomado em vosso nome, no entanto sei que ter mais filhos fazia parte dos meus planos, nossos, do pai e mãe, para a nossa família, esperando que ao chegar seja aceite, amado e muito querido por vós. 
a diferença de idades, se bem que ao princípio me tenha assustado, percebo hoje que faz o seu sentido… talvez seja essa diferença que me vai ajudar a nunca vos atropelar de mimos, que nunca me vai fazer colocar um em frente do outro, como sempre fizemos até aqui, não fosse eu extremamente preocupada com esse lado da vida de gémeos. cada um com o seu espaço, cada um com o seu tempo. quero acreditar que estão para chegar dias bons, muitos bons, para nós os cinco e para esta nova vida. que o coração cresça e que saiba acolher todos vocês à vossa maneira e à minha. sou feliz convosco e quero muito que este novo bebé faça parte de vocês desde o primeiro momento. não sei se será fácil, aliás sem prever o futuro, sei que nem sempre o será, mas obriguem-me a ser sempre melhor, chamem-me, agarrem-me, mimem-me, peçam-me tempo, mimos, beijos, abraços como têm feito até aqui, eu serei sempre vossa… mãe. 
meus queridos filhos crescidos… antes de qualquer outro filho, foram vocês que me fizeram quem sou, foram durante tanto tempo o melhor de mim… acreditem que serei sempre vossa amiga e mãe. adoro-vos como nunca pensei adorar ninguém, quero-vos como nunca quis nada na vida e espero que tudo o que vier, seja vivido intensamente por todos, em família. a nossa… que está prestes a crescer. 
Continue Reading

where to eat and wear | luz ideal e airosa

é óbvio que se me quiserem fazer sorrir só precisam de me levar a comer, principalmente logo pela manhã e em modo pequeno-almoço que nunca acaba, daqueles que nos levam a saltar o almoço e só pensar em voltar a mastigar lá pelas cinco da tarde. a cláudia percebeu isso muito bem e lá me tirou de casa para ir finalmente à luz ideal, na estrada da luz onde eu raramente vou, mas onde poderei passar mais tempo. não sei o que me conquistou mais, se o óptimo croissant, se a luz que de facto é ideal, se o lettering, se o serviço, se o ambiente, mas a companhia foi das melhores e a conversa, essa, fez-me tão bem. ultimamente quero aproveitar todos estes momentos com amigas, um de cada vez, cada uma diferente da outra que me enchem o coração e que a quem eu quero dedicar estes meus últimos dias antes de deixar de dormir… ou dormir menos ainda que esta barriga já não permite muito sono. 

para o pequeno-almoço levei tempo e muito pouca pressa… e a minha mala nova, finalmente oferecida e tão gira. as mochilas da airosa design já cá andavam debaixo de olho há imenso tempo, ele demorou a perceber os mil e um sinais que lhe fui deixando, mas quando chegou parecia que eu a tinha visto pela primeira vez, gosto tanto dela. 

a luz ideal | site | facebook | instagram
airosa design | site | facebook

eu vou voltar de certeza, é só tratar aqui de um parto, e quem sabe com gente nova, mas acima de tudo com fome de estar, comer e gozar o meu tempo da melhor maneira possível. estamos na recta final desta gravidez e que bom que é saber que há sítios na cidade onde quero voltar e outros que quero conhecer. há toda um licença para gozar e um tempo que será único para aproveitar. estamos a caminho do verão e até lá há croissants para provar!

Continue Reading

where to eat and wear | luz ideal e airosa

é óbvio que se me quiserem fazer sorrir só precisam de me levar a comer, principalmente logo pela manhã e em modo pequeno-almoço que nunca acaba, daqueles que nos levam a saltar o almoço e só pensar em voltar a mastigar lá pelas cinco da tarde. a cláudia percebeu isso muito bem e lá me tirou de casa para ir finalmente à luz ideal, na estrada da luz onde eu raramente vou, mas onde poderei passar mais tempo. não sei o que me conquistou mais, se o óptimo croissant, se a luz que de facto é ideal, se o lettering, se o serviço, se o ambiente, mas a companhia foi das melhores e a conversa, essa, fez-me tão bem. ultimamente quero aproveitar todos estes momentos com amigas, um de cada vez, cada uma diferente da outra que me enchem o coração e que a quem eu quero dedicar estes meus últimos dias antes de deixar de dormir… ou dormir menos ainda que esta barriga já não permite muito sono. 

para o pequeno-almoço levei tempo e muito pouca pressa… e a minha mala nova, finalmente oferecida e tão gira. as mochilas da airosa design já cá andavam debaixo de olho há imenso tempo, ele demorou a perceber os mil e um sinais que lhe fui deixando, mas quando chegou parecia que eu a tinha visto pela primeira vez, gosto tanto dela. 

a luz ideal | site | facebook | instagram
airosa design | site | facebook

eu vou voltar de certeza, é só tratar aqui de um parto, e quem sabe com gente nova, mas acima de tudo com fome de estar, comer e gozar o meu tempo da melhor maneira possível. estamos na recta final desta gravidez e que bom que é saber que há sítios na cidade onde quero voltar e outros que quero conhecer. há toda um licença para gozar e um tempo que será único para aproveitar. estamos a caminho do verão e até lá há croissants para provar!

Continue Reading
  • 1
  • 2
Close Menu
×
×

Cart