baby boy three | coth & lobo mau

coth | site: 1.rapaz . 2.bebéfacebook | instagram
lobo mau | 3.site | facebook | instagram
Há quem odeie cores tão escuras em bebé e crianças, eu longe disso, gosto imenso, principalmente em rapazes, não pestanejo nem duas vezes. Em recém-nascidos talvez não, mas acho que os rapazes só parecem rapazes um bocadinho mais crescidos e mais gordinhos, a partir dos seis meses que venham estas cores que não fazem mal nenhum. Adoro! Claro que no inverno fica mesmo forte, mas que giras que são estas calças com tshirts brancas na primavera, fofos sem costas no verão e long soleves nos que já andam e pensam ser gente! 
Não é fácil hoje em dia encontrar peças giras destes tons sem serem agressivas nas mensagens, frases e ridiculamente mal escritas em inglês pelas marca multinacionais… prefiro estas, com poucas opções é certo, mas na mouche. Para quê fazer mil e um modelos, quando em quatro ou cinco, modelos e padrões se tem um efeito tão giro. A lobo mau foi uma descoberta recente, talvez também porque só agora voltei a repensar roupa para tão pequeninos, e estes fofos são assim qualquer coisa de muito querido… chevron preto? cruzes pretas? trepes? ai gosto mesmo muito. 
Já a coth conheço há alguma tempo e o ano passado, feita parva não aproveitei umas tshirts giríssimas e até hoje me arrependo, mas ainda vou a tempo para outras colecções… acho eu. 
Gosto destes modelos queridos com tons mais escuros, podem sempre ser abonados a outras peças claras e simples. 
Os rapazes têm imensa sorte. Dizem que só existem coisas giras para elas, mas, ok sou suspeita, mas os rapazes conseguem com menos peças, menos alarido ter kit cool e tão giros!
Continue Reading

baby boy three | coth & lobo mau

coth | site: 1.rapaz . 2.bebéfacebook | instagram
lobo mau | 3.site | facebook | instagram
Há quem odeie cores tão escuras em bebé e crianças, eu longe disso, gosto imenso, principalmente em rapazes, não pestanejo nem duas vezes. Em recém-nascidos talvez não, mas acho que os rapazes só parecem rapazes um bocadinho mais crescidos e mais gordinhos, a partir dos seis meses que venham estas cores que não fazem mal nenhum. Adoro! Claro que no inverno fica mesmo forte, mas que giras que são estas calças com tshirts brancas na primavera, fofos sem costas no verão e long soleves nos que já andam e pensam ser gente! 
Não é fácil hoje em dia encontrar peças giras destes tons sem serem agressivas nas mensagens, frases e ridiculamente mal escritas em inglês pelas marca multinacionais… prefiro estas, com poucas opções é certo, mas na mouche. Para quê fazer mil e um modelos, quando em quatro ou cinco, modelos e padrões se tem um efeito tão giro. A lobo mau foi uma descoberta recente, talvez também porque só agora voltei a repensar roupa para tão pequeninos, e estes fofos são assim qualquer coisa de muito querido… chevron preto? cruzes pretas? trepes? ai gosto mesmo muito. 
Já a coth conheço há alguma tempo e o ano passado, feita parva não aproveitei umas tshirts giríssimas e até hoje me arrependo, mas ainda vou a tempo para outras colecções… acho eu. 
Gosto destes modelos queridos com tons mais escuros, podem sempre ser abonados a outras peças claras e simples. 
Os rapazes têm imensa sorte. Dizem que só existem coisas giras para elas, mas, ok sou suspeita, mas os rapazes conseguem com menos peças, menos alarido ter kit cool e tão giros!
Continue Reading

aveiro | arte nova

sempre achei a época da arte nova uma das mais interessantes da arquitectura, altura em que não só se desenvolveu a arquitectura mas também o design, tanto industrial, de produto como gráfico. talvez o verdadeiro início de um novo mundo de arte, aquele que cria em função de quem a vive e usa. 
aveiro foi uma belíssima surpresa nesta área e foi muito bom poder ver o valor que lhe dão, claro está, que sendo uma cidade pequena não tem o impacto talvez que merecesse na nossa arte nacional, mas merece imenso a pena visitar, descobrir e perceber que toda a cidade se orgulha deste achado. 
sem dúvida a visitar e ter em conta quando tiverem amigos estrangeiros em portugal e precisarem de ideias. 

Continue Reading

aveiro | arte nova

sempre achei a época da arte nova uma das mais interessantes da arquitectura, altura em que não só se desenvolveu a arquitectura mas também o design, tanto industrial, de produto como gráfico. talvez o verdadeiro início de um novo mundo de arte, aquele que cria em função de quem a vive e usa. 
aveiro foi uma belíssima surpresa nesta área e foi muito bom poder ver o valor que lhe dão, claro está, que sendo uma cidade pequena não tem o impacto talvez que merecesse na nossa arte nacional, mas merece imenso a pena visitar, descobrir e perceber que toda a cidade se orgulha deste achado. 
sem dúvida a visitar e ter em conta quando tiverem amigos estrangeiros em portugal e precisarem de ideias. 

Continue Reading

baby boy three | medela

1 | 2 | 3 | 4
O processo de preparar a chegada de um bebé pode ser extenuante, cansativo, mais demorado do que se previa, mas é bom ter noção do que realmente é preciso, sem tirar o querido que é escolher a roupa, os brinquedos e os pormenores em ponto mini para o quarto, etc. mas e nós, as mães? as grávidas? Com os gémeos notei que era muito menos bombardeada com informação e por isso mesmo só tratei de produtos de coisas para mim a partir das 28 semanas quando cheguei a Lisboa e pude descansar e ter tempo. Agora, fui logo de início confrontada com tudo, estou num meio onde se fala diariamente do que é melhor, pior, leva isto, é melhor aquilo, não faças assim, devias experimentar isto, etc. Claro que é preciso filtrar, e decidir com calma à medida que vamos avançando na gravidez… e já com 30 semanas de gravidez este post é sobre a preparação da amamentação. Ainda faltam dois meses para que essa fase inicie, mas se há coisa que me deixa nervosa é deixar tudo para a última, e aí é que entram as recomendações, sugeriram-me medela! A marca medela já me era conhecida mas não muito bem e sem referências de amigas.
Agora com tempo dediquei-me à marca e de facto tem mil e uma coisas interessantes e super inovadoras, a primeira é uma mega máquina para extracção de leite que nem vos digo mas que me parece perfeita, dentro do género para um processo menos medonho do que imaginei, mas isso logo verei se será preciso, até lá há muito por onde ainda escolher. A descoberta da gravidez foi este soutien! 
Na Well’s de Campo de Ourique podem encontrar a linha toda da medela, e se estiverem à procura de um soutien confortável, giro até, com algum pormenor feminino sem ser um simples soutien enorme e sem nada de especial têm-no ali! Assim que o vi achei que tinha que o ter e voilá. Que amor e que bom que é vesti-lo, funciona perfeitamente como soutien normal sem ser só e apenas para dar de mamar e até tenho pena quando o lavo, lol apetece-me vesti-lo sempre. 
Com o soutien trouxe também os discos e bicos de protecção do peito para dar de mamar e o creme purelan que ajuda a proteger sem ter que ser preciso tirar antes dos bebés agarrarem. 
Estou super feliz com esta escolha e mais uma coisa na lista tratada. 

Continue Reading

baby boy three | medela

1 | 2 | 3 | 4
O processo de preparar a chegada de um bebé pode ser extenuante, cansativo, mais demorado do que se previa, mas é bom ter noção do que realmente é preciso, sem tirar o querido que é escolher a roupa, os brinquedos e os pormenores em ponto mini para o quarto, etc. mas e nós, as mães? as grávidas? Com os gémeos notei que era muito menos bombardeada com informação e por isso mesmo só tratei de produtos de coisas para mim a partir das 28 semanas quando cheguei a Lisboa e pude descansar e ter tempo. Agora, fui logo de início confrontada com tudo, estou num meio onde se fala diariamente do que é melhor, pior, leva isto, é melhor aquilo, não faças assim, devias experimentar isto, etc. Claro que é preciso filtrar, e decidir com calma à medida que vamos avançando na gravidez… e já com 30 semanas de gravidez este post é sobre a preparação da amamentação. Ainda faltam dois meses para que essa fase inicie, mas se há coisa que me deixa nervosa é deixar tudo para a última, e aí é que entram as recomendações, sugeriram-me medela! A marca medela já me era conhecida mas não muito bem e sem referências de amigas.
Agora com tempo dediquei-me à marca e de facto tem mil e uma coisas interessantes e super inovadoras, a primeira é uma mega máquina para extracção de leite que nem vos digo mas que me parece perfeita, dentro do género para um processo menos medonho do que imaginei, mas isso logo verei se será preciso, até lá há muito por onde ainda escolher. A descoberta da gravidez foi este soutien! 
Na Well’s de Campo de Ourique podem encontrar a linha toda da medela, e se estiverem à procura de um soutien confortável, giro até, com algum pormenor feminino sem ser um simples soutien enorme e sem nada de especial têm-no ali! Assim que o vi achei que tinha que o ter e voilá. Que amor e que bom que é vesti-lo, funciona perfeitamente como soutien normal sem ser só e apenas para dar de mamar e até tenho pena quando o lavo, lol apetece-me vesti-lo sempre. 
Com o soutien trouxe também os discos e bicos de protecção do peito para dar de mamar e o creme purelan que ajuda a proteger sem ter que ser preciso tirar antes dos bebés agarrarem. 
Estou super feliz com esta escolha e mais uma coisa na lista tratada. 

Continue Reading
  • 1
  • 2
Close Menu
×
×

Cart