pantone | candy corn

o halloween é já amanhã! parte de mim nem liga, a outra parte tem saudades dos tempos em que vivi na california e percorríamos as ruas e as casas à procura de doces ou sustos! era bom! 
aqui se bem que tem mudado muito nos últimos anos, não nos diz muito respeito, mas se for bem feito acho que pode ser muito engraçado… já falei uma vez sobre isto, mas uma das coisas que mais adoro e adorava do halloween eram os doces, e os meus preferidos eram mesmo os candy corn! nem sei bem de que é que são feitos, e exactamente a que sabem… já lá vão uns anos… mas ai são tão bons! ainda há pouco tempo falei deles e nem sonham o quão me apateceu ir lá a são francisco buscar uns… sim, a são francisco, primeiro porque vivi lá, segundo porque num lugar que eu cá sei havia barris, sim barris cheios deles e comprava-se com uma pá! oh the american halloween dream!

Continue Reading

pantone | candy corn

o halloween é já amanhã! parte de mim nem liga, a outra parte tem saudades dos tempos em que vivi na california e percorríamos as ruas e as casas à procura de doces ou sustos! era bom! 
aqui se bem que tem mudado muito nos últimos anos, não nos diz muito respeito, mas se for bem feito acho que pode ser muito engraçado… já falei uma vez sobre isto, mas uma das coisas que mais adoro e adorava do halloween eram os doces, e os meus preferidos eram mesmo os candy corn! nem sei bem de que é que são feitos, e exactamente a que sabem… já lá vão uns anos… mas ai são tão bons! ainda há pouco tempo falei deles e nem sonham o quão me apateceu ir lá a são francisco buscar uns… sim, a são francisco, primeiro porque vivi lá, segundo porque num lugar que eu cá sei havia barris, sim barris cheios deles e comprava-se com uma pá! oh the american halloween dream!

Continue Reading

the architect in me | concrete house

 residência em betão de piso térreo que oferece acomodação para uma família de cinco. a habitação utiliza alcovas em nichos para enquadrar as vistas do ambiente circundante. o volume interno singular é organizado em torno de quatro grandes unidades autónomas que separam espaços da propriedade e define o programa. a planta responde ao desejo do cliente de uma casa íntima, sem paredes divisórias e que posteriormente permitirá que os moradores possam passar mais tempo juntos em família. 
a single storey concrete residence that provides living accommodation for a family of five. the dwelling utilizes recessed alcoves to frame external views of the surrounding environment. the singular internal volume is arranged around four large freestanding units that separate the property’s living spaces and define their respective programs. the floor plan directly responds to the client’s wish for an intimate home with no division walls, subsequently enabling inhabitants to spend more time together as a family | original text

Continue Reading

the architect in me | concrete house

 residência em betão de piso térreo que oferece acomodação para uma família de cinco. a habitação utiliza alcovas em nichos para enquadrar as vistas do ambiente circundante. o volume interno singular é organizado em torno de quatro grandes unidades autónomas que separam espaços da propriedade e define o programa. a planta responde ao desejo do cliente de uma casa íntima, sem paredes divisórias e que posteriormente permitirá que os moradores possam passar mais tempo juntos em família. 
a single storey concrete residence that provides living accommodation for a family of five. the dwelling utilizes recessed alcoves to frame external views of the surrounding environment. the singular internal volume is arranged around four large freestanding units that separate the property’s living spaces and define their respective programs. the floor plan directly responds to the client’s wish for an intimate home with no division walls, subsequently enabling inhabitants to spend more time together as a family | original text

Continue Reading

precious finds | casulo

casulo | site | facebook |instagram
já que nem sempre temos o mood perfeito para enfrentar uma semana que será por si só longa e cheia de trabalho, têm que chegar mimos destes para sabermos o quão mimadas precisamos ser. 
faz-me bem o cor-de-rosa, o branco, as penas, e o ramo deste lindo e único dream catcher da casulo. projecto recente da ana morais, a.k.a. tapas na língua (uma vip no meu mundo dos blogs) e que eu agarrei logo para nunca mais o largar. quando o vi, partilhei logo: 
“there is nothing more beautiful than objects that make us almost touch peace… it’s new, it’s gorgeous, it’s portuguese!”
o conceito tão simples e tão bom. feito de uma paz e serenidade que eu só em sonho imagino, pois nesta casa a paz não reina… felizes sim, mas não calmos. na dela, mesmo só pelo blog, apetece-me ir lá viver, um dia… não, dois… meses. serão os textos, as imagens, as receitas ou os projectos mas há algo de bom ali e eu quero ver tudo. o casulo chegou e eu aproveitei a deixa. reservei um espaço no mini-office só para ele e embora o meu GANDHI personalizado está montado, estou ainda a retocar a coisa, tenho o candeeiro que não o deixa ver bem e a coisa ou vai a bem ou vai a mal, mas talvez vá o candeeiro… agora sim, pelo menos no meu cantinho… a paz mora aqui. tenho a certeza que crescerá como só as coisas boas merecem, e o carinho imenso da ana merece sem dúvida. 
obrigada ana! mesmo…

Continue Reading

precious finds | casulo

casulo | site | facebook |instagram
já que nem sempre temos o mood perfeito para enfrentar uma semana que será por si só longa e cheia de trabalho, têm que chegar mimos destes para sabermos o quão mimadas precisamos ser. 
faz-me bem o cor-de-rosa, o branco, as penas, e o ramo deste lindo e único dream catcher da casulo. projecto recente da ana morais, a.k.a. tapas na língua (uma vip no meu mundo dos blogs) e que eu agarrei logo para nunca mais o largar. quando o vi, partilhei logo: 
“there is nothing more beautiful than objects that make us almost touch peace… it’s new, it’s gorgeous, it’s portuguese!”
o conceito tão simples e tão bom. feito de uma paz e serenidade que eu só em sonho imagino, pois nesta casa a paz não reina… felizes sim, mas não calmos. na dela, mesmo só pelo blog, apetece-me ir lá viver, um dia… não, dois… meses. serão os textos, as imagens, as receitas ou os projectos mas há algo de bom ali e eu quero ver tudo. o casulo chegou e eu aproveitei a deixa. reservei um espaço no mini-office só para ele e embora o meu GANDHI personalizado está montado, estou ainda a retocar a coisa, tenho o candeeiro que não o deixa ver bem e a coisa ou vai a bem ou vai a mal, mas talvez vá o candeeiro… agora sim, pelo menos no meu cantinho… a paz mora aqui. tenho a certeza que crescerá como só as coisas boas merecem, e o carinho imenso da ana merece sem dúvida. 
obrigada ana! mesmo…

Continue Reading
Close Menu
×
×

Cart